2013
DOI: 10.1590/s0104-12902013000200020
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

O modelo dos múltiplos fluxos de Kingdon na análise de políticas de saúde: aplicabilidades, contribuições e limites

Abstract: ResumoO presente trabalho teve como objetivos identificar as produções científicas sobre análise de políticas de saúde que utilizaram o modelo dos múltiplos fluxos de Kingdon e examinar as contribuições e os limites do modelo no estudo das políticas públicas de saúde, no contexto do SUS. Realizou-se uma revisão integrativa de publicações disponíveis nas bases de dados ProQuest, Portal de Periódicos e Banco de Teses e Dissertações da Capes e Scientific Electronic Library Online, com uso das palavras-chave Kingd… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1
1
1

Citation Types

0
1
0
23

Year Published

2015
2015
2021
2021

Publication Types

Select...
7
2

Relationship

0
9

Authors

Journals

citations
Cited by 23 publications
(24 citation statements)
references
References 12 publications
0
1
0
23
Order By: Relevance
“…Segundo Gottems et al (2013), a agenda governamental segue um processo não intencional que se caracteriza por: (1) surgimento ou reconhecimento de um problema pela sociedade em geral; (2) existência de ideias e alternativas originadas de especialistas, investigadores, políticos e atores sociais, dentre outros; (3) contexto político, administrativo e legislativo favorável ao desenvolvimento da ação (KINGDON, 2003;BONAFONT, 2004;FERRAREZI, 2007;ZAHARIADIS, 2007;CAPELLA, 2007).…”
Section: O Debate Acadêmico Sobre Agendaunclassified
“…Segundo Gottems et al (2013), a agenda governamental segue um processo não intencional que se caracteriza por: (1) surgimento ou reconhecimento de um problema pela sociedade em geral; (2) existência de ideias e alternativas originadas de especialistas, investigadores, políticos e atores sociais, dentre outros; (3) contexto político, administrativo e legislativo favorável ao desenvolvimento da ação (KINGDON, 2003;BONAFONT, 2004;FERRAREZI, 2007;ZAHARIADIS, 2007;CAPELLA, 2007).…”
Section: O Debate Acadêmico Sobre Agendaunclassified
“…A mídia como um dos diversos atores envolvidos nas políticas públicas deve ser considerada em análises (CAPELLA, 2005;SECCHI, 2013), questão ainda pouco abordada na produção sobre políticas públicas -o modelo de Kingdon, por exemplo, não considera devidamente a mídia no processo de formação da agenda governamental (GOTTEMS et al, 2013). Conforme expõe Fonseca (2013. p. 404), a mídia é um "[...] ator fundamental em razão de sua capacidade de intermediar relações sociais aproveitando-se da zona cinzenta que orbita entre interesses privados, que representa, e a 'esfera pública', que intenta representar à sua maneira".…”
Section: O Papel Da Mídia De Massa E Das Redes Sociaisunclassified
“…Em seu estudo original, Kingdon (1984) Gottems et al (2013) examinaram as contribuições e limites do MFM para avaliar políticas de saúde no âmbito do SUS; finalmente, Nagem e Silva (2013) utilizaram o modelo para explicar como o tema da economia solidária conseguiu espaço na agenda do governo, resultando na criação da Secretaria Nacional de Economia Solidária (SENAES).…”
Section: Ii4 Aplicações Potenciais E Limitaçõesunclassified
“…Dentro dessa perspectiva, tanto o MLL quanto o MFM menosprezariam o papel das instituições e das estruturas políticas (Bendor et al, 2001;Sager & Rielle 2013). Finalmente, como decorrência dessa perspectiva casuística, os modelos ainda receberiam críticas por terem um caráter extremamente descritivo e baixo poder preditivo, não permitindo identificar, por exemplo, quais tipos de problemas teriam maior probabilidade de ingressar na agenda de políticas públicas (Mucciaroni 1992, Gottems et al, 2013.…”
Section: Ii4 Aplicações Potenciais E Limitaçõesunclassified