2003
DOI: 10.1590/s0006-87052003000200001
| View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: EVANDO LUIZ COELHO (2) ; PAULO CEZAR REZENDE FONTES (2) ; FERNANDO LUIZ FINGER (2) ; ANTÔNIO AMÉRICO CARDOSO (2) RESUMOForam realizados dois experimentos com meloeiro, (Cucumis melo L.) Grupo Cantalupensis, no verão, em condições de campo e de ambiente protegido com o objetivo de avaliar o efeito de doses de nitrogênio sobre características físicas (massa, diâmetro, espessura da polpa e diâmetro da cavidade) e químicas (teor de sólidos solúveis, acidez titulável e pH) do fruto. Cada experimento constou … Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
2
1

Citation Types

1
10
0
28

Year Published

2007
2007
2018
2018

Publication Types

Select...
5
2

Relationship

0
7

Authors

Journals

citations
Cited by 34 publications
(39 citation statements)
references
References 6 publications
1
10
0
28
Order By: Relevance
“…Esses valores são maiores que os encontrados por Choudhury & Faria (1982), que variaram entre 5,5 e 5,7. Entretanto, Coelho et al (2003) obtiveram, para melão rendilhado, pH médio de 6,83.…”
Section: Resultsunclassified
See 1 more Smart Citation
“…Esses valores são maiores que os encontrados por Choudhury & Faria (1982), que variaram entre 5,5 e 5,7. Entretanto, Coelho et al (2003) obtiveram, para melão rendilhado, pH médio de 6,83.…”
Section: Resultsunclassified
“…Estatisticamente, o 'Net Melon' destacou-se com valores acima de 12º Brix, classificando-os como extra, em concordância com os valores encontrados por Godoy & Cardoso (2003), para melão rendilhado, cultivado em ambiente protegido, e superiores aos 9 ºBrix relatados por Coelho et al (2003). Os outros tipos não diferiram entre si, apresentando valores entre 9,94 e 11,12 ºBrix.…”
Section: Resultsunclassified
“…A disponibilidade hídrica presente no solo, sob estas condições, pode ter influenciado para melhores condições de divisão e crescimento celular, possibilitando frutos de maiores tamanhos (PINHEIRO NETO et al, 2007), sendo que a massa e o formato do fruto dependem da disponibilidade de fotoassimilados produzidos pelos órgãos fontes (FAGAN et al, 2009;DUARTE & PEIL, 2010). Os resultados encontrados neste trabalho foram inferiores aos descritos por Coelho et al (2003) e Ferraz et al (2011, em estudos com cultivo do meloeiro irrigado em ambiente protegido, encontrando DLF de 125,5 mm e 121 mm, respectivamente. Esses resultados podem estar relacionados com a expansão da área foliar que apresenta estreita relação com o tamanho do fruto (KOETZ et al, 2006), fato este observado com aplicação da maior lâmina de irrigação (145 mm planta -1 ciclo -1 ), a qual proporcionou maior área foliar (Figura 1C).…”
Section: Figuraunclassified
“…Alguns autores FERRAZ et al, 2011) ao estudarem o meloeiro sob irrigação em ambiente protegido, encontraram valores máximos para MF de 784 g e 687 g com aplicação de 190,7 e 99 mm planta -1 ciclo -1 , respectivamente, sendo estes superiores aos desta pesquisa. Frutos com maior espessura de polpa são mais desejáveis, em virtude do aumento do peso e da parte comestível, os quais melhoram sua qualidade (COELHO et al, 2003). Siqueira et al (2009) mencionam que apesar de não haver uma escala de classificação da espessura da polpa, esta é uma característica que identifica os frutos mais resistentes ao transporte por aumentar a vida útil pós-colheita.…”
Section: Figuraunclassified
“…reticulatus Naud. ), do grupo Cantalupensis, caracteriza-se por apresentar plantas de porte rasteiro, caule herbáceo muito ramificado e que produz frutos com casca rendilhada, superfície rugosa e polpa, normalmente, verde, podendo também ser salmão (Coelho et al, 2003).…”
Section: Introductionunclassified