2000
DOI: 10.1590/s0034-89102000000600016
| View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: Based upon some problems faced by health professionals in the care of abused children, this is a discussion of the ethical implications in family interventions aiming to protect these children. Accepting the prima facie principle that violence is morally wrong, some issues related to the children's rights as well as some ethical theories such as consequentialism, utilitarianism and deontology are discussed. The conclusion is that the protection of these children is morally justifiable and the maintenance of th… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1
1
1

Citation Types

0
5
0
27

Year Published

2007
2007
2017
2017

Publication Types

Select...
8
1

Relationship

0
9

Authors

Journals

citations
Cited by 36 publications
(32 citation statements)
references
References 1 publication
0
5
0
27
Order By: Relevance
“…13). 7 A comunicação constitui justa causa para o rompimento do sigilo profi ssional e poderá ser feita à autoridade judicial nos locais onde não houver o Conselho Tutelar.…”
unclassified
“…13). 7 A comunicação constitui justa causa para o rompimento do sigilo profi ssional e poderá ser feita à autoridade judicial nos locais onde não houver o Conselho Tutelar.…”
unclassified
“…Essa constatação é preocupante, justificando ações para compreender esse panorama no setor educacional, que remete à omissão de profissionais que legalmente não poderiam deixar de notificar 24,33,34,35 . Fato é que os novos marcos sociais e legais relativos à proteção infantil não estão totalmente integrados à prática dos profissionais que atuam diretamente com as crianças 36 .…”
Section: Resultsunclassified
“…Além disso, tem-se notado que a interferência na dinâmica familiar, fundamental na assistência aos casos de violência doméstica, pode não ser sempre bem aceita pela família (17).…”
Section: Discussionunclassified