2010
DOI: 10.1590/s0100-736x2010000100004
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Doenças de ovinos da região Central do Rio Grande do Sul: 361 casos

Abstract: -year (1990-2007) database search in the files of the Laboratory of Veterinary Pathology (LPV) of the Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Rio Grande do Sul state, Brazil was carried out. In this period, 19,476 exams in domestic animals were done. Out of these exams, 6,816 (34.9%) were necropsies and 12,660 (65.1%) were performed in mailed samples from practitioners. Experimental cases were excluded from this study and corresponded to 54 necropsies and 15 histopathologic exams. After the exclusion 354 … Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
3
2

Citation Types

6
18
1
25

Year Published

2012
2012
2023
2023

Publication Types

Select...
8
1

Relationship

1
8

Authors

Journals

citations
Cited by 34 publications
(50 citation statements)
references
References 11 publications
(14 reference statements)
6
18
1
25
Order By: Relevance
“…A hemoncose e a eimeriose, doenças parasitárias do trato gastrointestinal, foram as doenças diagnosticadas com maior frequência, demonstrando sua grande importância, pois causam mortalidade e, principalmente, comprometem o processo produtivo, com redução do ganho de peso, na produção de leite, na qualidade da carcaça, em especial nas situações em que a nutrição é deficiente (Medeiros et al 2009). A hemoncose foi também a doença mais prevalente em um estudo retrospectivo feito na espécie ovina no LPV-UFSM (Rissi et al 2010b). Esta parasitose ocorre em locais de verões chuvosos, particularmente em regiões tropicais e subtropicais (Cavalcante et al 2010).…”
Section: Discussionunclassified
“…A hemoncose e a eimeriose, doenças parasitárias do trato gastrointestinal, foram as doenças diagnosticadas com maior frequência, demonstrando sua grande importância, pois causam mortalidade e, principalmente, comprometem o processo produtivo, com redução do ganho de peso, na produção de leite, na qualidade da carcaça, em especial nas situações em que a nutrição é deficiente (Medeiros et al 2009). A hemoncose foi também a doença mais prevalente em um estudo retrospectivo feito na espécie ovina no LPV-UFSM (Rissi et al 2010b). Esta parasitose ocorre em locais de verões chuvosos, particularmente em regiões tropicais e subtropicais (Cavalcante et al 2010).…”
Section: Discussionunclassified
“…Segundo Driemeier (2007), os ovinos gravemente afetados de endoparasitos manifestam sinais de apatia, anorexia e emagrecimento, compatíveis com a forma inicial da scrapie, descrita nos manuais oϐiciais (AQIS 2000, APHIS 2009, NZFSA 2009, OIE 2009. A maioria das endoparasitoses tratava-se de hemoncose, condição que, segundo Rissi et al (2010), cursa com quadro clínico predominantemente crô-nico, com perda da condição geral e emagrecimento progressivo, importante no diagnóstico diferencial de scrapie.…”
Section: Discussionunclassified
“…Na ovinocultura uma das principais causas de prejuízo na produção é a infestação do rebanho por parasitas (Rissi et al 2010). Dentre as parasitoses que interferem no sistema produtivo de ovinos, está a oestrose (bicho da cabeça, falso torneio e mosca nasal das ovelhas), enfermidade produzida pelas larvas da mosca Oestrus ovis.…”
Section: Introductionunclassified
“…Por ser um parasita cosmopolita, surtos de oestrose podem ocorrer em qualquer região onde exista criação de ovinos e caprinos (Ribeiro 2007). A oestrose é uma doença que causa grande prejuízo econômico em vários estados do Sul, Sudeste e Centro Oeste do Brasil (Ribeiro et al 1990, Guimarães & Papaverro 1999, Ramos et al 2006, Ribeiro 2007, Rissi et al 2010, Cansi et al 2011, no entanto, ainda não há descrição das características dessa parasitose no Nordeste brasileiro. Este trabalho tem como objetivo descrever os aspectos epidemiológicos e clínico-patológicos de surtos de oestrose em pequenos ruminantes no estado da Bahia, Nordeste do Brasil.…”
Section: Introductionunclassified