2013
DOI: 10.1590/s0100-736x2013000200011
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Doenças de caprinos diagnosticadas na região Central no Rio Grande do Sul: 114 casos

Abstract: Foi realizado um estudo retrospectivo dos arquivos do LPV-UFSM e examinados os laudos de necropsias de caprinos realizadas num período de 48 anos (1964 a 2011). Foram analisados 114 laudos de necropsias de caprinos. Deste total, 95 (83,33%) tinham diagnóstico conclusivo e 19 (19,66%) tinham diagnóstico inconclusivo. Dos 95 casos conclusivos, as doenças infecciosas e parasitárias foram as mais prevalentes, seguidas em ordem decrescente de prevalência, pelas doenças metabólicas e nutricionais, intoxicações e tox… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1
1

Citation Types

1
6
1
12

Year Published

2013
2013
2022
2022

Publication Types

Select...
9

Relationship

3
6

Authors

Journals

citations
Cited by 16 publications
(20 citation statements)
references
References 16 publications
(22 reference statements)
1
6
1
12
Order By: Relevance
“…Em relação aos achados epidemiológicos, destacam-se a presença da planta no local onde os caprinos foram afetados e a ausência na propriedade de outras plantas capazes de produzir quadros semelhantes, tais como B. coridifolia, Eupatorium tremulum e Baccharidastrum triplinervium (Tokarnia et al 2012). Dados na literatura demonstram a baixa prevalência ou ausência de casos de intoxicação por plantas do gênero Baccharis em caprinos (Barbosa et al 1994, Pedroso et al 2007, Tokarnia et al 2012, Rosa et al 2013. No Rio Grande do Sul, a ocorrência de intoxicação na espécie caprina por qualquer variedade da planta, parece ser ausente, o que contrasta fortemente com bovinos e ovinos, espécies as quais parecem ser mais suscetíveis à ação da planta (Tokarnia et al 2012).…”
Section: Discussionunclassified
“…Em relação aos achados epidemiológicos, destacam-se a presença da planta no local onde os caprinos foram afetados e a ausência na propriedade de outras plantas capazes de produzir quadros semelhantes, tais como B. coridifolia, Eupatorium tremulum e Baccharidastrum triplinervium (Tokarnia et al 2012). Dados na literatura demonstram a baixa prevalência ou ausência de casos de intoxicação por plantas do gênero Baccharis em caprinos (Barbosa et al 1994, Pedroso et al 2007, Tokarnia et al 2012, Rosa et al 2013. No Rio Grande do Sul, a ocorrência de intoxicação na espécie caprina por qualquer variedade da planta, parece ser ausente, o que contrasta fortemente com bovinos e ovinos, espécies as quais parecem ser mais suscetíveis à ação da planta (Tokarnia et al 2012).…”
Section: Discussionunclassified
“…Relatos de bócio em caprinos são escassos no Brasil (ALMEIDA et al, 2013) e, em nossa rotina, nenhum surto de bócio congênito em caprinos havia sido descrito até então (ROSA et al, 2013).…”
unclassified
“…Como comparativo, foram utilizadas seções dos mesmos ossos de uma cabra em bom estado nutricional e sem alterações ósseas macroscópicas ou microscópicas. Os casos de osteoporose deste relato foram mencionados em um estudo retrospectivo das doenças de caprinos diagnosticadas no LPV-UFSM em 48 anos (Rosa et al 2013). …”
Section: Methodsunclassified