2007
DOI: 10.1590/s1517-45222007000100010
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Trajetórias e biografias: notas para uma análise bourdieusiana

Abstract: Nesse artigo, procuramos analisar o uso da metodologia de Pierre Bourdieu, na qual as noções de habitus e campo têm um lugar central, com o objetivo de entender conceitos internos como biografia e trajetória em sua teoria da práxis. Nossa intenção nesse estudo é, além de situar e apontar a relevância da obra de Bourdieu, extrair desses debates possíveis aplicações de sua teoria e propor procedimentos de análise dos materiais biográficos ou histórias de vida quando são usados como um instrumento heurístico.

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1
1
1
1

Citation Types

0
3
0
29

Year Published

2009
2009
2021
2021

Publication Types

Select...
7
2

Relationship

2
7

Authors

Journals

citations
Cited by 37 publications
(32 citation statements)
references
References 2 publications
0
3
0
29
Order By: Relevance
“…Para delinearmos o habitus dessas mulheres, traçamos a sua biografia coletiva a partir da abordagem proposta por Montagner (2007), dado que elas são oriundas de um grupo social mais ou menos homogêneo, portador de um habitus comum e que percorreram uma trajetória coletiva homóloga. Assumimos que toda biografia comporta, na verdade, uma trajetória dentro de um campo social, e que "toda trajetória social deve ser compreendida como uma maneira singular de percorrer o espaço social, onde se exprimem as disposições do habitus" (Bourdieu, 1996, p.292).…”
Section: Objetounclassified
“…Para delinearmos o habitus dessas mulheres, traçamos a sua biografia coletiva a partir da abordagem proposta por Montagner (2007), dado que elas são oriundas de um grupo social mais ou menos homogêneo, portador de um habitus comum e que percorreram uma trajetória coletiva homóloga. Assumimos que toda biografia comporta, na verdade, uma trajetória dentro de um campo social, e que "toda trajetória social deve ser compreendida como uma maneira singular de percorrer o espaço social, onde se exprimem as disposições do habitus" (Bourdieu, 1996, p.292).…”
Section: Objetounclassified
“…Sob esse olhar, a categoria trajetória social é definida pela conformação dos campos e pela formação e expressão dos habitus, a partir de um corpus documental e de narrativas capazes de ilustrar as estratégias, embates, percursos e forças intervenientes na legitimação dos grupos sociais 19 . Com o propósito de descrever as situações em que os habitus dos agentes são construídos, atualizados e, inclusive, contra-socializados 20 , a pesquisa, de cunho qualitativo, envolveu estratégias metodológicas complementares, quais sejam: análise documental, observação participante e entrevistas semiestruturadas.…”
Section: Metodologiaunclassified
“…Essa objetivação resulta em uma trajetória que, diferentemente das biografias comuns, descreve uma série de posições sucessivas ocupadas pelo mesmo intelectual em estados sucessivos no campo artístico. Se o campo está em permanente mudança, a trajetória social é o movimento dentro de um campo de possíveis definido estruturalmente, mesmo que as estratégias e os movimentos individuais sejam ao acaso (Montagner, 2007).…”
Section: Profissionalização Dos Artistas Plásticos: Fontes E Métodosunclassified