1998
DOI: 10.1590/s0101-73301998000400004
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Os ingredientes da competência: Um exercício necessário para uma questão insolúvel

Abstract: As mudanças técnicas organizacionais e econômicas dos últimos dez anos levaram os chefes de projetos e de empresa a substituir progressivamente o termo "qualificação" pelo de "competência" para pensar o problema dos ajustes das pessoas às tarefas ou aos objetivos, bem como a buscar procedimentos ou modelos de avaliação dessas competências. Ora, se por um lado a questão é legítima e se coloca além mesmo da conjuntura atual, por outro, essa busca de procedimentos ou grades descontextualizadas, codificáveis e hom… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1
1
1

Citation Types

0
37
0
126

Year Published

2007
2007
2015
2015

Publication Types

Select...
4
3

Relationship

0
7

Authors

Journals

citations
Cited by 105 publications
(163 citation statements)
references
References 1 publication
0
37
0
126
Order By: Relevance
“…Visto como o processo de retrabalho das normas antecedentes que acontece em todas as situações de trabalho, levando-se em consideração as variabilidades do meio, os trabalhadores devem sempre arbitrar e encontrar os meios para atingir (e às vezes para não atingir) os objetivos fixados. Ou seja, as normas antecedentes, jamais são suficientes para "dar conta" da situação presente, são retrabalhadas, ou colocadas à prova por um ser vivente, em busca de reconstruir seu meio em função do complexo de valores que local e singularmente é o seu (Schwartz, 1998(Schwartz, , 2000(Schwartz, , 2004aSchwartz e Durrive, 2007).…”
Section: O Trabalho Enquanto Categoria E Sob O Ponto De Vista Da Ativunclassified
See 2 more Smart Citations
“…Visto como o processo de retrabalho das normas antecedentes que acontece em todas as situações de trabalho, levando-se em consideração as variabilidades do meio, os trabalhadores devem sempre arbitrar e encontrar os meios para atingir (e às vezes para não atingir) os objetivos fixados. Ou seja, as normas antecedentes, jamais são suficientes para "dar conta" da situação presente, são retrabalhadas, ou colocadas à prova por um ser vivente, em busca de reconstruir seu meio em função do complexo de valores que local e singularmente é o seu (Schwartz, 1998(Schwartz, , 2000(Schwartz, , 2004aSchwartz e Durrive, 2007).…”
Section: O Trabalho Enquanto Categoria E Sob O Ponto De Vista Da Ativunclassified
“…Esse relato ressalta usos de si por si feito pelas ACS na busca da estratégia de solução do problema para lidar com a prescrição para não alfabetizados, além de tornar evidente o espaço para autonomia de decisão desses profissionais lá onde os eventos e o não antecipável ocorrem e, a renormalização coletiva no modo de ação a que são lançadas diante das variabilidades emergentes nas suas atividades de trabalho, quando refletem, engenham e socializam o método -o saber fazer -num processo de recriação das normas (Schwartz, 1998(Schwartz, , 2004c(Schwartz, , 2007bRosa, 2001;Terssac e Maggi, 2004;Durrive, 2011).…”
Section: Outras Renormalizações Dramáticas Do Uso De Si E a Gestão Dunclassified
See 1 more Smart Citation
“…Recorrendo-se a Schwartz, 14 deve-se reconhecer que a negociação dos "usos de si" é sempre lugar de uma "dramática". Assim sendo, ao refl etir sobre a gestão e avaliação de competências no trabalho, Schwartz 14 reafi rma toda abordagem nesse sentido como legítima e útil -um exercício necessário, no entanto, ao mesmo tempo, uma questão insolúvel -desafi ando o tempo todo novas inventividades. Nessa mistura, compete tentar articular variados "ingredientes": o geral e a singularidade humana, a formação, normas, atividades e valores, as ingerências do meio, os diferentes usos de si e a possibilidade de armazenamento na forma de patrimônio, a relação dialética permanente entre esses diversos elementos perpassada por confl itos e antagonismos, sem contar as qualidades sinérgicas emergentes e potencializadas pelas políticas de governo do trabalho.…”
Section: Gestão Dos Processos De Trabalho Em Saúde E a Humanização Nuunclassified
“…Nessa mistura, compete tentar articular variados "ingredientes": o geral e a singularidade humana, a formação, normas, atividades e valores, as ingerências do meio, os diferentes usos de si e a possibilidade de armazenamento na forma de patrimônio, a relação dialética permanente entre esses diversos elementos perpassada por confl itos e antagonismos, sem contar as qualidades sinérgicas emergentes e potencializadas pelas políticas de governo do trabalho. 14 Hardt 11 afi rma que a prestação de serviços, a comunicação e o processamento de informações tornaram-se essenciais à produção econômica na contemporaneidade. As posturas ativas no trabalho, a troca de informações, o trabalho em equipe, a supremacia das atividades simbólicas e a valorização do trabalhador fl exível e polivalente tornam-se elementos fundamentais nos novos processos produtivos, fenômeno observado inclusive na saúde.…”
Section: Gestão Dos Processos De Trabalho Em Saúde E a Humanização Nuunclassified