1986
DOI: 10.1590/s0034-89101986000600010
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Mortalidade infantil por causas no Estado de São Paulo (Brasil) em 1983: análise sob a perspectiva das causas múltiplas de morte

Abstract: Objetivou-se apresentar a mortalidade infantil por causas no Estado de São Paulo, Brasil, com base nos dados de 1983 obtidos a partir da classificação por causas múltiplas de morte, disponíveis desde a implantação do Sistema de Classificação Automática de Causas de Morte. Detectaram-se dois tipos de casos bem definidos: os óbitos ocorridos predominantemente no período neonatal, e cujo processo mórbido envolve quase que exclusivamente as afecções pertencentes ao Capítulo das Perinatais da Classificação Internac… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1
1
1

Citation Types

0
1
0
14

Year Published

1993
1993
2018
2018

Publication Types

Select...
7
2

Relationship

0
9

Authors

Journals

citations
Cited by 15 publications
(15 citation statements)
references
References 2 publications
(2 reference statements)
0
1
0
14
Order By: Relevance
“…Esta abordagem vai além de análises conhecidas. Podem-se citar análises baseadas no cálculo do "Q de Yule" para verificação da magnitude da associação de causas (básicas e associadas) 24,25 , que parte da pressuposição de ocorrência independente das doenças, o que claramente não é verdadeiro no caso das causas múltiplas para um indivíduo.…”
Section: Discussionunclassified
“…Esta abordagem vai além de análises conhecidas. Podem-se citar análises baseadas no cálculo do "Q de Yule" para verificação da magnitude da associação de causas (básicas e associadas) 24,25 , que parte da pressuposição de ocorrência independente das doenças, o que claramente não é verdadeiro no caso das causas múltiplas para um indivíduo.…”
Section: Discussionunclassified
“…2 The purpose of establishing criteria for classifying diseases and infant deaths as evitable or not, according to present medical and scientific knowledge, is to keep a track of certain causes of death that may be significantly reduced by means of measures that are almost always simple and low cost. 12,15 Knowledge concerning the behavior of clusters of evitable causes, both in the neonatal and in the post-natal period, makes it possible to undertake a more thorough analysis of the situation, propitiating greater comprehension of the dynamic process that has characterized infant mortality in the past few years and provides relevant subsidiary information for planning efficient interventions.…”
Section: Methodsmentioning
confidence: 99%
“…As causas associadas tiveram 254 citações ou 76,1%, mostrando sua grande importância na mortalidade infantil, em particular, na perinatal. As associações mais freqüentes confirmaram as referidas na literatura 1,23 , ou seja: relacionam-se causas básicas maternas com baixo peso ao nascer, afecções de cordão e descolamentos de placenta com as hipoxias, essas estão associadas com prematuridade ou baixo peso e finalmente a descrita associação de baixo peso com a ocorrência maior de doença da membrana hialina. As causas maternas de maior freqüência, classificadas como básicas em 11 casos, foram: incompetên-cia de colo uterino e rotura prematura de bolsa amnió-tica.…”
Section: Causas Múltiplasunclassified