2004
DOI: 10.1590/s0104-71832004000100013
| View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: Este texto, preparado a partir de um convite para palestrar na abertura da sessão plenária da Associação Americana de História, em janeiro de 2001, refere-se à construção da narrativa histórica pelos antropólogos, e em particular na minha própria trajetória acadêmica. Trato rapidamente da crescente dedicação de antropólogos sobre questões de ética e de epistemologia e dos efeitos desses estudos sobre as estratégias narrativas. Este ensaio igualmente traz um breve panorama sobre minha própria experiência com o … Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1

Citation Types

0
0
0
1

Year Published

2010
2010
2015
2015

Publication Types

Select...
3

Relationship

0
3

Authors

Journals

citations
Cited by 3 publications
(1 citation statement)
references
References 3 publications
0
0
0
1
Order By: Relevance
“…Para esta reflexão, à luz de autores como Price (2001Price ( , 2004, Turner (1984) e Geertz (1989), considera-se a narrativa como uma habilidade que indica a relação do indivíduo, do grupo (ou da instituição que este representa) com a cultura. Tal habilidade contribui para o desenvolvimento ou a manutenção de atividades, valores e significados em contextos específicos.…”
Section: Introductionunclassified
“…Para esta reflexão, à luz de autores como Price (2001Price ( , 2004, Turner (1984) e Geertz (1989), considera-se a narrativa como uma habilidade que indica a relação do indivíduo, do grupo (ou da instituição que este representa) com a cultura. Tal habilidade contribui para o desenvolvimento ou a manutenção de atividades, valores e significados em contextos específicos.…”
Section: Introductionunclassified