2008
DOI: 10.1590/s1516-73132008000100003
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Investigando a aprendizagem de professores de física acerca do fenômeno da interferência quântica

Abstract: Resumo: Analisa-se a evolução conceitual de 14 professores de Ensino Médio que foram estudantes, no 2º semestre de 2005, de uma disciplina sobre Física Quântica (FQ) no Mestrado Profissional em Ensino de Física da UFRGS. Foi realizada uma análise de suas respostas acerca da interferência quântica em questioná-rios especialmente desenvolvidos. Este estudo insere-se no âmbito de um projeto sobre Tópicos de Física Moderna e Contemporânea na formação de professores e já tem, como resultados a elaboração de um ques… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1
1

Citation Types

0
0
0
5

Year Published

2012
2012
2020
2020

Publication Types

Select...
3
1
1

Relationship

0
5

Authors

Journals

citations
Cited by 5 publications
(5 citation statements)
references
References 8 publications
(2 reference statements)
0
0
0
5
Order By: Relevance
“…O primeiro grupo investiga o próprio programa de MP do qual fazem parte como docentes, colaboradores ou alunos (Ostermann & Ricci, 2004;Araújo & Amaral, 2006;Ostermann, Prado & Ricci, 2008;Latini, Oliveira, Anjos, & Carvalho, 2011;Rôças, Bomfim, & Brandão, 2011;Santos, Martins, Puggian, & Costa, 2012;Brandão, Deccahe-Maia & Bomfim, 2013;Bisognin, 2013;Curi & Amaral, 2013;Schäfer & Ostermann, 2013a;Schäfer & Ostermann, 2013b;Martin & Pereira, 2014;Silva & Schirlo, 2014;Oliveira, Latini, Santos, Canesin, & Coutinho, 2014;Niezer Fabri, Frasson, & Pilatti, 2015). Assim, podemos explicar a grande incidência de trabalhos nas regiões Sudeste e Sul, que também concentram mais MP, uma vez que esse primeiro grupo de autores foi responsável pela publicação de 15 trabalhos, quase 60% do total considerado.…”
Section: 1)unclassified
See 2 more Smart Citations
“…O primeiro grupo investiga o próprio programa de MP do qual fazem parte como docentes, colaboradores ou alunos (Ostermann & Ricci, 2004;Araújo & Amaral, 2006;Ostermann, Prado & Ricci, 2008;Latini, Oliveira, Anjos, & Carvalho, 2011;Rôças, Bomfim, & Brandão, 2011;Santos, Martins, Puggian, & Costa, 2012;Brandão, Deccahe-Maia & Bomfim, 2013;Bisognin, 2013;Curi & Amaral, 2013;Schäfer & Ostermann, 2013a;Schäfer & Ostermann, 2013b;Martin & Pereira, 2014;Silva & Schirlo, 2014;Oliveira, Latini, Santos, Canesin, & Coutinho, 2014;Niezer Fabri, Frasson, & Pilatti, 2015). Assim, podemos explicar a grande incidência de trabalhos nas regiões Sudeste e Sul, que também concentram mais MP, uma vez que esse primeiro grupo de autores foi responsável pela publicação de 15 trabalhos, quase 60% do total considerado.…”
Section: 1)unclassified
“…Nesta categoria, reunimos nove artigos, sendo dois publicados na Revista Ciência e Educação (Ostermann & Ricci, 2004;Ostermann, Prado, & Ricci, 2008); dois na Revista Polyphonía (Oliveira et al, 2014;Curi & Amaral, 2013); dois na Revista Brasileira de Pós-Graduação (Araújo & Amaral, 2006;Santos et al, 2012); um na Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias (Schäfer & Ostermann, 2013a), um no Caderno Brasileiro de Ensino de Física (Vital & Guerra, 2014) e outro na Revista Ensaio (Schäfer & Ostermann, 2013b). Esses artigos têm em comum o fato de destacar possíveis contribuições dos mestrados profissionais para a formação de professores de ciências.…”
Section: O Mestrado Profissional Em Ensino De Ciências E O Desenvolviunclassified
See 1 more Smart Citation
“…Uma possível solução seria diminuir o tempo dedicado aos temas clássicos abrindo espaço para os temas mais atuais, desde que se tenha professores bem preparados e com bons materiais de apoio(OSTERMANN, 2003). Entretanto, essa tendência não é percebida nas licenciaturas em Física e em Química, a qual não prioriza conceitos modernos na matriz curricular criando uma situação bastante delicada para o trabalho docente nestas áreasRICCI, 2008).…”
unclassified
“…Foram encontrados um total de treze trabalhos que utilizaram simuladores virtuais sobre o interferômetro de Mach-Zehnder, com destaque para o recurso didático do software livre do tipo "bancada virtual", que simula o fenômeno da interferência quântica. Dentre os trabalhos encontrados, seis deles (OSTERMANN;RICCI, 2008;OSTERMANN;PRADO, 2005;OSTERMANN;RICCI, 2005RICCI, , 2004OSTERMANN et al, 2009;OSTERMANN;CAVALCANTI, 2009b; os estudantes possuíam várias preconcepções incorretas sobre os conteúdos de física que estavam tendo nas escolas e aprendiam muito pouco das aulas tradicionais de física; mesmo sendo excelentes solucionadores de problemas de física tinham pouco entendimento conceitual do assunto; as habilidades em explicar fenômenos eram mais bem desenvolvidas quando os estudantes tinham participação ativa no material que estavam estudando e que atividades de cooperação entre estudantes era uma maneira excelente de engajar os estudantes efetivamente (CROUCH et al, 2007, p.5).…”
Section: O Interferômetro De Mach-zehnderunclassified