2016
DOI: 10.1590/0104-4060.44687
View full text |Buy / Rent full text
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: RESUMOEste trabalho teve o objetivo de avaliar o perfil de crianças encaminhadas para serviços de saúde mental e discutir o impacto dos problemas funcionais apresentados em escolares, que podem estar sendo negligenciados pelas políticas públicas brasileiras. Os dados de 160 escolares, de ambos os sexos, foram coletados em três serviços médicos de saúde mental com os respectivos cuidadores, a partir de dois instrumentos: ficha de identificação para caracterizar os participantes, os cuidadores, o perfil sociodem… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1
1
1
1

Citation Types

0
0
0
7

Year Published

2017
2017
2021
2021

Publication Types

Select...
2
1

Relationship

0
3

Authors

Journals

citations
Cited by 4 publications
(7 citation statements)
references
References 22 publications
(20 reference statements)
0
0
0
7
Order By: Relevance
“…Estudos brasileiros indicam que o baixo rendimento escolar associado aos problemas emocionais e de comportamento está entre as principais queixas que motivam a busca pelos serviços de saúde mental (Gauy, 2016;Santos, 2006;Valverde, Vitalle, Sampaio, & Schoen, 2012). De acordo com Vinocur e Pereira (2011), geralmente, é responsabilidade dos pais reconhecer que o filho tem um problema e procurar o tratamento adequado, mas muitos não se atêm a eles acreditando que as alterações emocionais e comportamentais são inerentes à adolescência.…”
unclassified
“…Estudos brasileiros indicam que o baixo rendimento escolar associado aos problemas emocionais e de comportamento está entre as principais queixas que motivam a busca pelos serviços de saúde mental (Gauy, 2016;Santos, 2006;Valverde, Vitalle, Sampaio, & Schoen, 2012). De acordo com Vinocur e Pereira (2011), geralmente, é responsabilidade dos pais reconhecer que o filho tem um problema e procurar o tratamento adequado, mas muitos não se atêm a eles acreditando que as alterações emocionais e comportamentais são inerentes à adolescência.…”
unclassified
“…Constata-se, portanto, que a promoção e prevenção da saúde mental deve ser um processo, iniciado no âmbito escolar desde a pré-escola, desenvolvido a partir de ações e programas que envolvam a valorização da vida, sendo planejados e liderados pelos psicólogos e com a participação de professores e pedagogos da escola, pois a inexistência ou carência de programas voltados a prevenção e promoção da saúde mental da criança, contribui para a incidência de adoecimento psíquico infantil, prejudicando o desenvolvimento da criança (GAUY, 2016…”
Section: O Psicólogo Escolarunclassified
“…Rutayisire et al (2018) mostram que a prevalência de problemas emocionais e comportamentais em crianças é bastante alta em vários países (BROWN et al, 2012;TICK;VAN DER ENDE;VERHULST, 2007), variando de 4,8 a 25,4% em amostras de pré-escolares europeus, asiáticos e americanos (BROWN et al, 2012;PARK;BANG;KIM, 2014). Dados de 160 escolares, de ambos os sexos, coletados em três serviços de saúde mental com os respectivos cuidadores, indicaram uma alta demanda devido a dificuldades emocionais e comportamentais combinadas com dificuldades de aprendizagem, de relacionamento e na vida diária, sendo as dificuldades emocionais ou de internalização mais frequentes na população estudada, em comparação com as dificuldades comportamentais ou de externalização (GAUY, 2016).…”
Section: Associação Entre Dificuldades De Aprendizagem E Problemas Emocionais E Comportamentaisunclassified
“…Isso se deve ao fato de que essas crianças acabam recebendo uma resposta negativa do ambiente não só no que diz respeito à sua competência acadêmica, mas também, em relação ao controle das habilidades sociais. Crianças que manifestam a co-ocorrência entre dificuldades de aprendizagem e problemas de comportamento, no início da escolarização, têm maior propensão a apresentar uma diminuição do progresso acadêmico, aumentando, consequentemente, comportamentos desadaptativos em longo prazo (ACHKAR et al, 2017;MARIN 2017;AMARAL, 2016;GAUY, 2016).…”
Section: )unclassified
See 1 more Smart Citation