2003
DOI: 10.1590/s1414-32832003000100022
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

A segunda crítica social da Saúde de Ivan Illich

Abstract: Na primeira metade dos anos setenta do século passado, um ex-padre austríaco-americano lançava a crítica mais contundente até então empreendida contra a Medicina moderna. (1976). Na tradução brasileira de 1975, feita com base na edição francesa, lê-se na introdução: "A empresa médica ameaça a saúde, a colonização médica da vida aliena os meios de tratamento, e o seu monopólio profissional impede que o conhecimento científico seja partilhado" (p.1). Doze anos após haver escrito a versão inicial da Nêmesis, Ill… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1

Citation Types

0
4
0
19

Year Published

2013
2013
2019
2019

Publication Types

Select...
4
2

Relationship

0
6

Authors

Journals

citations
Cited by 21 publications
(23 citation statements)
references
References 0 publications
0
4
0
19
Order By: Relevance
“…O livro começava com a afirmação: (5) Segundo Nogueira para Illich a iatrogênese é identificada sob três aspectos:…”
Section: Objetivosunclassified
“…O livro começava com a afirmação: (5) Segundo Nogueira para Illich a iatrogênese é identificada sob três aspectos:…”
Section: Objetivosunclassified
“…Quer expressar apenas e tão somente a transformação dessas práticas em campo de conhecimento e domínio dos círculos esotéricos de especialistas, o que as torna agora objeto de não-domínio e não-conhecimento dos demais sujeitos da sociedade. Esse aspecto é um componente do amplo processo que se convencionou denominar como medicalização (do) social (Illich, 1975; Tesser, 2006;Nogueira, 2003).Assim, por exemplo, um parto, que era parte da vida comum, realizado por algum parente 39 ou conhecido e com a presença ativa dos demais membros da família, atualmente é realizado em local destacado e "asséptico", por pessoas estranhas ao âmbito comunitário e familiar. Com efeito, transforma-se de um fenômeno corriqueiro e familiar em um processo tecnocrático, especial e estranho, e sob domínio alheio.…”
unclassified
“…Assim, há uma conexão circular entre a organização da produção, a oferta ou distribuição de serviços e o seu consumo. (Schraiber, Mendes-Gonçalves, 2000) Em relação à retroalimentação de caráter qualitativo, o que ocorre é que, uma vez que os processos produtivos "atendedores" (e instauradores) de necessidades atendem às mesmas de determinada forma, baseado em determinados pressupostos, eles exercem uma influência sobre os demais sujeitos da sociedade para que também passem a significar aquelas obstruções segundo esses pressupostos (Illich, 1975;Nogueira, 2003). Assim, as necessidades sociais, tais quais a socialidade as produz, são re-produzidas pela influência de toda essa gama de determinantes que incluem, entre outros, a racionalidade científica 164 hegemônica em dada sociedade, e momento histórico, e as formas como se organizam os processos produtivos.…”
unclassified
See 2 more Smart Citations