2004
DOI: 10.1590/s0104-83332004000200011
View full text
|
Sign up to set email alerts
|
Share

Abstract: Atualmente, há uma tendência a encarar a obesidade como uma deficiência física, mas Gilman a adota como um objeto de pesquisa para o estudo da construção cultural do corpo. Neste intuito, reconstitui as representações culturais do corpo obeso a partir do caso dos judeus desde a Bíblia, passando pelo discurso médico e conclui com uma análise da imagem literária do judeu gordo. Em sua análise, o historiador cultural privilegia os aspectos raciais e de gênero implicados na imagem do/a gordo/a.

Search citation statements

Order By: Relevance

Citation Types

0
0
0
5

Paper Sections

0
0
0
0
0

Publication Types

0
0
0
0

Relationship

0
0

Authors

Journals