2001
DOI: 10.1590/s0101-32622001000200004
View full text |Buy / Rent full text
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: Neste artigo, pretendemos pensar o processo de produção industrial de imagens como parte de um programa de educação visual, cujas origens históricas antecedem o atual desenvolvimento industrial. Nossa hipótese é de que a valorização irrefletida da produção e do consumo de imagens através de aparelhos tecnológicos reproduz e intensifica a desvalorização dos sentidos na produção de conhecimento e revaloriza o pensamento "cartesiano", educando o olho a ver o homem e o mundo conforme as possibilidades e os limites… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1
1
1
1

Citation Types

0
1
0
9

Year Published

2009
2009
2020
2020

Publication Types

Select...
5

Relationship

0
5

Authors

Journals

citations
Cited by 12 publications
references
References 0 publications
0
1
0
9
Order By: Relevance
“…As imagens educam (ALMEIDA, 1999a(ALMEIDA, , 1999b(ALMEIDA, , 2004COUTINHO, 2003;MIRANDA, COPPOLA e RIGOTTI, 2005;MIRANDA, 2001MIRANDA, , 2008FERRARI, 2012;SILVA, 2015) porque nas entrelinhas dos seus discursos se encontram subtextos que apontam modos de vida, modelos de ser estar em sociedade. O realismo das imagens e sons em movimento se aproxima muito do que as pessoas encontrariam na vida real e, por isso, é reconhecido como uma verdade, diferentemente de outras imagens como a pintura e a fotografia.…”
Section: Página356unclassified
“…As imagens educam (ALMEIDA, 1999a(ALMEIDA, , 1999b(ALMEIDA, , 2004COUTINHO, 2003;MIRANDA, COPPOLA e RIGOTTI, 2005;MIRANDA, 2001MIRANDA, , 2008FERRARI, 2012;SILVA, 2015) porque nas entrelinhas dos seus discursos se encontram subtextos que apontam modos de vida, modelos de ser estar em sociedade. O realismo das imagens e sons em movimento se aproxima muito do que as pessoas encontrariam na vida real e, por isso, é reconhecido como uma verdade, diferentemente de outras imagens como a pintura e a fotografia.…”
Section: Página356unclassified
“…A estratégia também de se pensar no uso dos audiovisuais é que as imagens educam (ALMEIDA, 1999a(ALMEIDA, , 1999b(ALMEIDA, , 2004COUTINHO, 2003;MIRANDA, COPPOLA e RIGOTTI, 2005;MIRANDA, 2001MIRANDA, , 2008FERRARI, 2012;SILVA 2015). Neste sentido, ao estabelecermos uma relação entre vídeo e conhecimento, devemos inicialmente ultrapassar o uso dos vídeos apenas como recurso didático ilustrativo, reconhecendo assim o valor educativo.…”
Section: P363unclassified
“…Se diante do avanço tecnológico e da insidiosa presença dos diferentes tipos de mídia na escola pensávamos em como educar com elas. Nosso desafio doravante é pensar como elas nos educam (MIRANDA, 2001).…”
Section: Quer Ser Biólogo? Então Basta Seguir O Manualunclassified