volume 34, issue 98, P111-126 2020
DOI: 10.1590/s0103-4014.2020.3498.008
View full text
|
Sign up to set email alerts
|
Share

Abstract: resumo A uberização do trabalho é analisada por meio de duas teses: 1) trata-se de uma tendência global em curso de consolidação do trabalhador em um autogerente subordinado disponível, desprovido de garantias e direitos, definido como trabalhador just-in-time; 2) as empresas se apresentam enquanto mediadoras, quando, em realidade, operam novas formas de subordinação e controle do trabalho; trata-se do gerenciamento algorítmico do trabalho. A discussão baseia-se em resultados de pesquisa empírica com revendedo…

Expand abstract

Search citation statements

Order By: Relevance

Citation Types

0
2
0
7

Paper Sections

0
0
0
0
0

Publication Types

0
0
0
0

Relationship

0
0

Authors

Journals