2019
DOI: 10.1590/1981-22562019022.180185
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Reflections on the perception of the elderly regarding happiness and money

Abstract: Objective: To describe and reflect the possible relationships established by the elderly between happiness and money. Method: It is a qualitative, exploratory and descriptive research, carried out from a semi-structured interview with 19 elderly people, in their households, of both sexes in 2017 and 2018, in two states of the South region of Brazil, through content analysis. Results: What emerged in the voice of older people unfolded into two categories: Money as a way of life and Money does not bring happin… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
3
1
1

Citation Types

0
0
0
7

Year Published

2021
2021
2022
2022

Publication Types

Select...
4
2

Relationship

0
6

Authors

Journals

citations
Cited by 10 publications
(7 citation statements)
references
References 11 publications
(13 reference statements)
0
0
0
7
Order By: Relevance
“…Nas idades avançadas, ganham proeminência as experiências de bem-estar eudaimônico refletido em bem-estar psicológico, autodesenvolvimento e espiritualidade, bem como tornam-se cada vez mais importantes as relações familiares e de amizade e o apoio social, em face do inevitável declínio físico, cognitivo e social que acompanha o envelhecimento. Essas noções sobre os dados estão de acordo com a literatura teórica 1,12,15,32,33 e com pesquisas sobre felicidade 2,4,6,8,9,11 , qualidade de vida percebida 23,24 e bem-estar 2,5,10,13 . Neste estudo, a importância dada às relações interpessoais terá sido fortalecida pela forte presença feminina na amostra, dados que se repetem em pesquisas com idosos mais velhos, em diferentes países 8,9,12,[15][16][17]32 .…”
Section: Resultsunclassified
See 1 more Smart Citation
“…Nas idades avançadas, ganham proeminência as experiências de bem-estar eudaimônico refletido em bem-estar psicológico, autodesenvolvimento e espiritualidade, bem como tornam-se cada vez mais importantes as relações familiares e de amizade e o apoio social, em face do inevitável declínio físico, cognitivo e social que acompanha o envelhecimento. Essas noções sobre os dados estão de acordo com a literatura teórica 1,12,15,32,33 e com pesquisas sobre felicidade 2,4,6,8,9,11 , qualidade de vida percebida 23,24 e bem-estar 2,5,10,13 . Neste estudo, a importância dada às relações interpessoais terá sido fortalecida pela forte presença feminina na amostra, dados que se repetem em pesquisas com idosos mais velhos, em diferentes países 8,9,12,[15][16][17]32 .…”
Section: Resultsunclassified
“…Entre os componentes da felicidade mais citados por idosos estão, por um lado, as relações familiares, as relações sociais e o apoio social; por outro, a autorrealização, a autoaceitação, o estar bem consigo mesmo, a adaptação às condições atuais e a satisfação com a vida. Da mesma forma que a dicotomia objetivosubjetivo, os conceitos de hedonismo (busca de prazer e evitação do sofrimento) e eudaimonismo (busca de excelência pessoal) presidem as concepções de pessoas idosas sobre felicidade na velhice [1][2][3][4][5][6][7][8][9][10] . Elementos subjetivos e eudaimônicos prevalecem sobre os objetivos e hedônicos nas avaliações de idosos sobre a felicidade na velhice, concordando com pesquisas com objetivos similares 1,11,12 .…”
Section: Introductionunclassified
“…Isso está de acordo com a pesquisa de Bulğurcu et al (2019) Research, Society andDevelopment, v. 11, n. 12, e510111234860, 2022 (CC BY 4.0) | ISSN 2525-3409 | DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v11i12.34860 ser independente produzem um efeito benéfico imediato nos idosos que continuam ativos (Nunes, 2017;Souza & Lemos, 2021) A área Emprego do LIFE-H 3.1 que consiste em chegar transitar, usar, interagir e realizar tarefas na área de trabalho, pontuou mais no grupo que usa AASI, novamente demonstrando que o uso desse dispositivo auxilia o idoso a interagir e agir nas suas atividades de vida. Pesquisas (Pichler et al 2019;Camarano, 2020) demonstram que o emprego e os recursos financeiros derivados deste, também podem favorecer as interações sociais, e os níveis de felicidade e satisfação.…”
Section: Discussionunclassified
“…Cabe enfatizar que embora o trabalho possa ser considerado um ato de empoderamento, em muitos casos este ocorre apenas por necessidade. A esse respeito, Pichler et al (2019) relatam que esta procura de renda no envelhecimento pode causar aflições e angústia, demonstrando uma fragilidade no viver de muitos idosos que possuem recursos financeiros limitados. Além disso, alguns idosos são explorados pelos próprios familiares não sendo auxiliados adequadamente pela família (Samanta, 2018;Pichler, et al 2019;Camarano, 2020).…”
Section: Discussionunclassified
“…Em outro ponto de vista, pesquisa realizado em Passo Fundo (RS), mostrou que o dinheiro é um meio para se viver bem e ser feliz, não sendo o maior objetivo de vida, mas pode contribuir pela busca da paz, da tranquilidade e a satisfação interior (PICHLER et al, 2019).…”
Section: Discussionunclassified