2020
DOI: 10.1590/s0104-59702020000400005
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Problematizações das relações de gênero no primeiro Congresso Brasileiro de Eugenia: status da mulher, determinação de sexo biológico e controle reprodutivo

Abstract: Resumo O artigo problematiza as relações de gênero no primeiro Congresso Brasileiro de Eugenia, realizado no Rio de Janeiro, em 1929. Abalizadas como a maior manifestação pública do movimento eugênico no Brasil, as Atas e Trabalhos do Congresso foram foco de uma análise das questões de gênero expressas sob o espectro de intrínsecas concepções sobre hereditariedade e reprodução. As problematizações empreendidas se empenham em discutir, por meio do trabalho de diversos participantes do congresso, o papel e o sta… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1
1
1

Citation Types

0
0
0
3

Year Published

2022
2022
2024
2024

Publication Types

Select...
3

Relationship

1
2

Authors

Journals

citations
Cited by 3 publications
(3 citation statements)
references
References 13 publications
(4 reference statements)
0
0
0
3
Order By: Relevance
“…A variável gênero é predominante nos estudos encontrados, pois é vista como práxis norteadora da atenção à saúde. Estudar gênero possibilita transformar as contradições e transformar as realidades, além de ampliar as discussões no âmbito das relações sociais, demonstrando as formas masculinas ou femininas de ser, existentes nas sociedades e nas famílias (26) .…”
Section: Dimensão Particularunclassified
“…A variável gênero é predominante nos estudos encontrados, pois é vista como práxis norteadora da atenção à saúde. Estudar gênero possibilita transformar as contradições e transformar as realidades, além de ampliar as discussões no âmbito das relações sociais, demonstrando as formas masculinas ou femininas de ser, existentes nas sociedades e nas famílias (26) .…”
Section: Dimensão Particularunclassified
“…Lima argumentou implicitamente que o nascimento de mais meninos seria necessário no Brasil e, portanto, forneceu teorias para o entendimento do mecanismo biológico. O eugenista utilizou-se de referências vindas de teóricos alemães, cuja nação estava em amplo crescimento militar e econômico no período entre as duas grandes guerras mundiais, servindo como modelo teórico e ideológico (Carlos et al, 2020b). Ciências | Volume 22 | e37910, 1-26 Atualmente, eugenia é um termo rejeitado e não mais considerado dentro dos círculos acadêmicos, uma vez que remete ao racismo, ao autoritarismo e aos usos antiéticos da ciência.…”
Section: Eugenia No Brasil E O Primeiro Congresso Brasileiro De Eugen...unclassified
“…Pretendendo atender nossos objetivos, uma proposta didática com o tema da Eugenia foi produzida e avaliada por professores da educação básica e pesquisadores do Ensino de Ciências, através de uma pesquisa de opinião pública. Ressalta-se que a proposta foi construída após um estudo documental na metodologia de História das Ciências, que produziu dois artigos já publicados sobre Eugenia no Brasil em periódicos da área (Carlos et al, 2019;Carlos et al, 2020b), analisando Atas e Trabalhos do Primeiro Congresso Brasileiro de Eugenia, de 1929 (Academia Nacional de Medicina, 1929), ponderado como a divulgação eugênica de maior impacto público no Brasil (Stepan, 1991). Em seguida, a partir de referenciais teóricos da interface História das Ciências no Ensino e do estudo histórico nas Atas, houve a produção de um material didático para a posterior análise das contribuições da sua didatização para o ensino.…”
Section: Metodologia Do Estudounclassified