2002
DOI: 10.1590/s1516-14982002000100010
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Os primeiros tempos da psicanálise no Brasil e as teses pansexualistas na educação

Abstract: Analisam-se as primeiras estratégias de introdução da psicanálise no Brasil pela via pedagógica. Procura-se mostrar como o debate europeu em torno da temática do pansexualismo freudiano foi apropriado pelos primeiros comentadores dessa doutrina no país e quais os seus efeitos na difusão desse saber.

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1

Citation Types

0
0
0
9

Year Published

2011
2011
2021
2021

Publication Types

Select...
3
2
2

Relationship

0
7

Authors

Journals

citations
Cited by 23 publications
(9 citation statements)
references
References 2 publications
0
0
0
9
Order By: Relevance
“…A partir de então, a psicanálise se distancia de movimentos artísticos para se constituir como um saber capaz de intervir sobre a criança, visando um desenvolvimento infantil em consonância com o projeto político da época. A esse respeito, Oliveira (2002) nos lembra o seguinte:…”
Section: Dos Trechos Acima Podemos Constatar Que a Leitura Da Psicanunclassified
See 2 more Smart Citations
“…A partir de então, a psicanálise se distancia de movimentos artísticos para se constituir como um saber capaz de intervir sobre a criança, visando um desenvolvimento infantil em consonância com o projeto político da época. A esse respeito, Oliveira (2002) nos lembra o seguinte:…”
Section: Dos Trechos Acima Podemos Constatar Que a Leitura Da Psicanunclassified
“…Ora, como temos destacado, operar com a psicanálise como uma ferramenta a serviço da educação e da adaptação da criança ao meio escolar era justamente a tônica da leitura à época. A exemplo das propostas de Arthur Ramos e Durval Marcondes, podemos trazer o seguinte trecho, retirado de um trabalho escrito por Helena Antipoff, importante educadora que trabalhava em Belo Horizonte, e principal personagem da Sociedade Pestalozzi de Minas Gerais: "Não se educam os instintos mediante a repressão: a educação tem a seu serviço processos conhecidos, sob o nome de canalizações, desvios, sublimações, objetivações, que provam melhor que os da disciplina autoritária" (Antipoff & Assumpção, 1930/2002 Em consonância com esse novo campo que crescia com grande força no mundo ocidental, Karl Weissmann se propôs a discutir, em Minas Gerais, nesta mesma direção, relacionada à articulação entre psicanálise e criminologia. Vale destacar que os campos da educação e da infância se mantiveram como horizontes fundamentais de seu trabalho.…”
Section: Dos Trechos Acima Podemos Constatar Que a Leitura Da Psicanunclassified
See 1 more Smart Citation
“…Este hecho estaba propiciado por la temprana recepción del freudismo en la Argentina, a principios del siglo XX (Vezzetti, 1985(Vezzetti, , 1996a(Vezzetti, , 1996b y, algunas décadas después, por la fundación en 1942 de la Asociación Psicoanalítica Argentina (APA). Y así como los favorables vientos de cambio traían el psicoanálisis de niños europeo a las latitudes australes, este viajaba a su vez dentro del continente y nuevamente a Europa en un recorrido que lo nutría y transformaba (Bardassi, 2009;Dagfal, 2009;Macchioli, 2012;Oliveira, 2002).…”
unclassified
“…Aliás, segundo Oliveira (2002), foi por sugestão de Afrânio Peixoto que Arthur Ramos escreveria sua primeira obra sobre Educação tratando de conceitos psicanalíticos. A despeito de não se ver em Afrânio Peixoto talvez o mesmo destaque à psicanálise que se encontra em Arthur Ramos (assim como em Franco da Rocha), trata-se de mais um nome fundamental para se pensar na 42 Até mesmo porque Oliveira (2002) e Russo (2002) Falta ainda muito; falta educação higiênica do povo, falta competência administrativa e técnica aos governos. [...] O mal, porém, não pode ser vencido só pelos técnicos da medicina e da higiene: é maior, e dará todas as soluções que a felicidade do Brasil carece.…”
Section: A Partir Das Afirmações Acima Pode-se Fazer Outro Paralelo Eunclassified