2012
DOI: 10.1590/s0104-59702012000500005
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Mortalidade escrava durante a epidemia de cólera no Rio de Janeiro (1855-1856): uma análise preliminar

Abstract: Apresenta uma primeira análise do perfil sociodemográfico dos óbitos registrados durante a primeira epidemia de cólera no Rio de Janeiro, a partir de dados coletados nos registros de óbito da Santa Casa de Misericórdia. Desde a manifestação do cólera, em 1855, relatos médicos brasileiros apontam seu viés social, que, no caso do país, implicava a alta mortalidade de escravos e livres pobres. Do ponto de vista histórico, entretanto, a epidemia e sua dinâmica foram pouco estudadas. A recuperação de dados originai… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1
1

Citation Types

0
1
0
2

Year Published

2016
2016
2023
2023

Publication Types

Select...
5
1

Relationship

0
6

Authors

Journals

citations
Cited by 12 publications
(3 citation statements)
references
References 9 publications
(7 reference statements)
0
1
0
2
Order By: Relevance
“…A documentação usada para a cidade em seu conjunto sobrerrepresenta sua parte mais central, a mais densamente povoada. Constituem-na os obituários publicados em três jornais: O Globo (1875), o Diario do Rio de Janeiro (1861 e 1870) e o Correio Mercantil (maio/1856 a abril/1857 e 1866; sobre esse tipo de registro, vide Kodama et al, 2012). Pela falta dos dados de alguns dias, buscar toda a informação disponível criaria distorções derivadas da sazonalidade, preferindo-se tratar de um a cada quatro dias (também se usa, quanto a 1875, uma amostragem maior, com dados de um a cada dois dias).…”
Section: Contextos E Endemias Ruraisunclassified
“…A documentação usada para a cidade em seu conjunto sobrerrepresenta sua parte mais central, a mais densamente povoada. Constituem-na os obituários publicados em três jornais: O Globo (1875), o Diario do Rio de Janeiro (1861 e 1870) e o Correio Mercantil (maio/1856 a abril/1857 e 1866; sobre esse tipo de registro, vide Kodama et al, 2012). Pela falta dos dados de alguns dias, buscar toda a informação disponível criaria distorções derivadas da sazonalidade, preferindo-se tratar de um a cada quatro dias (também se usa, quanto a 1875, uma amostragem maior, com dados de um a cada dois dias).…”
Section: Contextos E Endemias Ruraisunclassified
“…In Spain, from 1980 until 2011 as an example, mortality related to infectious diseases accounted for almost 15% of the AM [7], even though this percentage was decreasing during that period. As another example, data from cemeteries document a cholera epidemic in Brazil from 1855 to 1856, which resulted in as much as 70% more death counts in slaves than in free people, whereas the disease-specific mortality rate was identical [8]. Furthermore, people of different origin showed different mortality rates.…”
Section: Introductionmentioning
confidence: 99%
“…KODAMA et al (2012) p. 60, 62 e 65. Os gráficos entre a p. 69 e a p. 74 são usados para comprovar a maior incidência do cólera nos escravos.…”
unclassified