2009
DOI: 10.1590/s1516-80342009000100005
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Modificações vocais acústicas produzidas pela fonação reversa

Abstract: RESUMOObjetivo: Descrever as modificações vocais acústicas e as sensações ocorridas após a técnica vocal de fonação reversa em mulheres adultas jovens, sem queixas vocais e com laringe normal. Métodos: Trinta e duas mulheres adultas jovens submeteram-se à avaliação otorrinolaringológica e triagem fonoaudiológica para descartar possíveis alterações que pudessem interferir nos resultados da pesquisa; tiveram amostras vocais coletadas antes e após realizarem três séries de 15 repetições de fonação reversa, em tem… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
3
1
1

Citation Types

0
5
0
16

Year Published

2011
2011
2020
2020

Publication Types

Select...
8

Relationship

5
3

Authors

Journals

citations
Cited by 12 publications
(21 citation statements)
references
References 20 publications
0
5
0
16
Order By: Relevance
“…A emissão foi feita de forma sustentada e contínua, emitindo o som surdo em tempo máximo de fonação, com intensidade habitual, sendo as medidas registradas por cronômetro 3,4,8,17,20,22 . Para a emissão do TMF /ė/, os indivíduos foram orientados a emitirem o fonema áfono /e/ de forma prolongada sem vocalização, mas mantendo a postura articulatória da emissão da vogal /e/, ou, conforme a autora que propõe essa medida 4 (p.29.)…”
Section: Métodounclassified
“…A emissão foi feita de forma sustentada e contínua, emitindo o som surdo em tempo máximo de fonação, com intensidade habitual, sendo as medidas registradas por cronômetro 3,4,8,17,20,22 . Para a emissão do TMF /ė/, os indivíduos foram orientados a emitirem o fonema áfono /e/ de forma prolongada sem vocalização, mas mantendo a postura articulatória da emissão da vogal /e/, ou, conforme a autora que propõe essa medida 4 (p.29.)…”
Section: Métodounclassified
“…MPT is one of the measures used in speech therapy clinics as a means of diagnosing or monitoring the clinical evolution of patients 18,[25][26][27][28][29] . However, there are still few studies published on the MPT of elderly people, particularly on the normal parameters for this population Research on MPT for the elderly uses as a measure of normality, for comparison, the TMF values expected for adults 3,13,15 or the values found in similar studies 4,13 .…”
Section: Discussionmentioning
confidence: 99%
“…For both groups, the following inclusion criteria were taken into consideration: female patients, because there is a greater number of studies involving women and more data available on the database, possibly because women seek health care services more often [24][25][26][27][28] ; old age group (65-79 years) (MeSH); records of MPT production of vowels /a/, /i/ and /u/ and fricatives /s/ and /z/. The exclusion criteria for both groups were: incomplete data, males, people aged under 65 and over 79 years old, laryngeal disorders other than presbylarynx, record of neurological or lung diseases, smoking, alcohol consumption, occurrence of stomach or allergy symptoms on rating.…”
Section: Methodsmentioning
confidence: 99%
“…Os critérios de inclusão adotados para seleção dos registros dos sujeitos que compõem a amostra foram: a assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) autorizando a utilização das informações contidas nos prontuários, desde que mantido o sigilo dos dados pessoais; possuir diagnóstico otorrinolaringológico de AL organofuncional; idades entre 18 e 40 anos, pois nessa faixa etária o aparelho fonador ainda não sofreu a influência das alterações hormonais e estruturais do envelhecimento 26,27 , como também não sofre mais as alte rações do período da muda vocal 17,26,27 ; possuir dados completos das medidas de CV e TMF, ser do sexo feminino pelo predomínio do mesmo nos registros do banco de dados. Os critérios de exclusão considerados foram: relato ou diagnóstico de alterações neurológicas, endocrinológicas, psiquiátricas, gástricas; diagnós-tico otorrinolaringológico de alterações estruturais mínimas da cobertura das pregas vocais ou de afecção laríngea ou disfonia orgânica; registro de alterações auditivas ao exame audiológico de rotina da clínica-escola; registro de tratamento fonoaudiológico e/ou otorrinolaringológico prévios ao início do tratamento na clínica-escola; ser profissional da voz.…”
Section: Métodounclassified