2016
DOI: 10.1590/1234-56781806-94790540403 View full text |Buy / Rent full text
|
|

Abstract: Resumen: El éxodo o la permanencia de los jóvenes en el medio rural es un tema sumamente discutido en América Latina. Este trabajo pretende contribuir a esta discusión sobre la base de una investigación empírica realizada a 400 jóvenes en Argentina, en la cual se muestran cómo influyen diferentes variables en el mantenimiento de los jóvenes en el medio rural realizando actividades agropecuarias. La hipótesis que se plantea y que finalmente se valida es que la pertenencia a familias productoras agropecuarias y … Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance
Select...
1
1
1
1
0
0
0
7

Year Published

2018
2018
2022
2022

Publication Types

Select...
4

Relationship

0
4

Authors

Journals

0
0
0
7
Order By: Relevance
“…É possível observar na Tabela 1 que a maior parte dos jovens agricultores entrevistados era do sexo masculino (80%), dos quais 75% tinham irmãs de diferentes idades e escolaridades, as quais deixaram a propriedade rural para trabalhar na cidade. Apenas 20% dos entrevistados eram do sexo feminino, dado que corrobora outros trabalhos sobre o processo de masculinização do meio rural, tanto no Brasil quanto na América Latina, segundo Breitenbach & Corazza (2019) e Sili et al (2016).…”
Section: Resultsunclassified
Create an account to read the remaining citation statements from this report. You will also get access to:
  • Search over 1.2b+ citation statments to see what is being said about any topic in the research literature
  • Advanced Search to find publications that support or contrast your research
  • Citation reports and visualizations to easily see what publications are saying about each other
  • Browser extension to see Smart Citations wherever you read research
  • Dashboards to evaluate and keep track of groups of publications
  • Alerts to stay on top of citations as they happen
  • Automated reference checks to make sure you are citing reliable research in your manuscripts
  • 7 day free preview of our premium features.

Trusted by researchers and organizations around the world

Over 130,000 students researchers, and industry experts at use scite

See what students are saying

rupbmjkragerfmgwileyiopcupepmcmbcthiemesagefrontiersapsiucrarxivemeralduhksmucshluniversity-of-gavle
“…É possível observar na Tabela 1 que a maior parte dos jovens agricultores entrevistados era do sexo masculino (80%), dos quais 75% tinham irmãs de diferentes idades e escolaridades, as quais deixaram a propriedade rural para trabalhar na cidade. Apenas 20% dos entrevistados eram do sexo feminino, dado que corrobora outros trabalhos sobre o processo de masculinização do meio rural, tanto no Brasil quanto na América Latina, segundo Breitenbach & Corazza (2019) e Sili et al (2016).…”
Section: Resultsunclassified
“…Porém, a existência de maior percentual de jovens interessados em cursar uma faculdade não é necessariamente um impeditivo para que permaneçam no campo, especialmente se a área de estudo for relacionada ao agronegócio. Pesquisas na Europa e Argentina já concluíram que a realização de cursos relacionados à área das ciências agrícolas tende a sustentar um positivo índice de sucessão rural (Cavicchioli et al, 2015;Fuetsch & Suess-Reyes, 2017;Glauben et al, 2009;Sili et al, 2016). Já o jovem que sai para estudar em áreas não ligadas diretamente ao agronegócio torna o processo de sucessão mais lento (Glauben et al, 2009).…”
Section: Tabelaunclassified
“…Por outro lado, a minoria destes planeja fazer faculdade para retornar para o campo. Estes aspectos contribuem negativamente para a sucessão nas propriedades rurais, uma vez que o estudo no ramo das ciências agrárias ampliaria as possibilidades de os jovens serem sucessores (Breitenbach & Corazza, 2019;Cavicchioli et al, 2015;Fuetsch & Suess-Reyes, 2017;Glauben et al, 2009;Sili et al, 2016).…”
Section: Conclusõesunclassified
“…Tais transformações na agricultura fazem com que a experiência dos pais não seja suficiente para orientar o futuro dos filhos, passando a ser fundamental a busca pelo conhecimento enquanto capacitação formal ou acadêmica (FERRARI et al, 2004;ALVES, 2013;DIEESE, 2014). Além disso, os jovens com maior nível de estudo em cursos da área agropecuária têm 26,7% maior probabilidade de serem sucessores (CAVICCHIOLI et al 2015;SILI;FACHELLI;MEILLER, 2016 Mensurar os resultados do Projeto de intervenção relatado neste texto é difícil, uma vez que a maior parte dos objetivos terão resultados a longo prazo, quando for o momento das crianças optarem pela permanência ou não no campo. Esta dificuldade de mensurar os resultados é a principal limitação do trabalho desenvolvido.…”
Section: Elaboração E Divulgação De Materials Didáticounclassified