1988
DOI: 10.1590/s0034-89101988000500003
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Helmintoses intestinais: II - Prevalência e correlação com renda, tamanho da família, anemia e estado nutricional

Abstract: PEDRAZZANI, E.S. et al. Helmintoses intestinais. II -Prevalência e correlação com renda, tamanho da família, anemia e estado nutricional. Rev. Saúde públ., S. Paulo, 22:384-9, 1988. RESUMO:Foi analisada a prevalência das helmintoses intestinais e suas associações com anemia, estado nutricional, renda e composição familiar em escolares de Santa Eudóxia, subdistrito de São Carlos, SP, Brasil. Foram examinadas 254 crianças: dos resultados coprológicos, 37,8% foram positivos. O parasita mais freqüente foi o Ascari… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1
1

Citation Types

0
3
0
15

Year Published

1989
1989
2010
2010

Publication Types

Select...
8

Relationship

0
8

Authors

Journals

citations
Cited by 21 publications
(18 citation statements)
references
References 3 publications
0
3
0
15
Order By: Relevance
“…This is due to problems emanating from these infections such as chronic diarrhea and malnutrition, which can affect intellectual and physical development of this age group 28,30,33 .…”
Section: Introductionmentioning
confidence: 99%
“…This is due to problems emanating from these infections such as chronic diarrhea and malnutrition, which can affect intellectual and physical development of this age group 28,30,33 .…”
Section: Introductionmentioning
confidence: 99%
“…Isso pode ser reforçado pelo resultado da avaliação clínica, no qual 40,7% das crianças tiveram a parasitose como hipótese diagnóstica 16 . Ascaris lumbricoides tem sido identificada, por muitos autores 7,10,11,15 , como a parasitose mais freqüente no Estado de São Paulo, sendo que a prevalência encontrada variou de 12 a 39%. Neste estudo, a Ascaris lumbricoides também foi a parasitose de maior prevalência (12,3%), reforçando os achados da literatura.…”
Section: Discussionunclassified
“…Entre os escolares do primeiro grau, trabalho de Nussenzveig et al 6 mostra que a prevalência de anemia, utilizando o corte de hemoglobina em 12 g/dl, em crianças de 7 anos de idade do Município de São Paulo, foi de 20,1% para todos os escolares, mas adotando-se o critério da OMS, esse valor diminuiu para 4,6%. Pedrazzani et al 7 encontraram 9,3% de anemia entre escolares de duas escolas de primeiro grau de São Carlos, Estado de São Paulo, utilizando o corte proposto pela OMS, obtendo como média da concentração de hemoglobina o valor 13,1±1 g/dl, valor este bastante semelhante ao encontrado neste estudo. Todavia, a prevalência de anemia foi nula entre os escolares estudados.…”
Section: Figura 1 -unclassified
“…Quanto à associação com parasitose intestinal, os dados encontrados estão de acordo com as conclusões de Pedrazzani et al 7 , Sigulem et al 8 e Monteiro & Szarfac 9 , no que se refere à não-associação com baixos níveis de hemoglobina.…”
Section: Figura 1 -unclassified
See 1 more Smart Citation