2016
DOI: 10.1590/1809-4392201500472
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Diferentes estratégias alimentares na larvicultura do acará-bandeira (Peterolophyllum scalare,Cichlidae)

Abstract: A larvicultura é uma das etapas mais críticas do desenvolvimento dos peixes e o seu sucesso está diretamente relacionado ao manejo alimentar, que pode proporcionar maiores sobrevivência e crescimento. Objetivou-se avaliar o tempo de transição alimentar e de fornecimento de meta-náuplios de Artemia spp. (MNA) na larvicultura do acará-bandeira. Dois experimentos foram conduzidos em delineamento inteiramente casualizado com cinco tratamentos e quatro repetições. Em cada experimento foram utilizados 540 peixes dis… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
3
1
1

Citation Types

0
2
0
12

Year Published

2016
2016
2021
2021

Publication Types

Select...
7

Relationship

0
7

Authors

Journals

citations
Cited by 12 publications
(14 citation statements)
references
References 15 publications
(15 reference statements)
0
2
0
12
Order By: Relevance
“…2). (Fosse et al, 2013) e Pterophyllum scalare (Schultze, 1823, Perciformes, Cichlidae) (Pereira et al, 2016).…”
Section: Resultsunclassified
“…2). (Fosse et al, 2013) e Pterophyllum scalare (Schultze, 1823, Perciformes, Cichlidae) (Pereira et al, 2016).…”
Section: Resultsunclassified
“…No presente estudo, os animais alimentados por 10 dias com náuplios de artêmia apresentaram os melhores resultados de peso final, ganho de peso e taxa de crescimento específico. Para pós-larvas de acará-bandeira (Pterophyllum scalare), 20 dias de alimentação com artêmia é o período ideal para iniciar a transição alimentar (Pereira et al, 2016). Para não prejudicar a sobrevivência e o crescimento de pós-larvas de beta (Betta splendens), foram recomendados 15 dias de oferta de artêmia (Fosse et al, 2013).…”
Section: Discussionunclassified
“…Para não prejudicar a sobrevivência e o crescimento de pós-larvas de beta (Betta splendens), foram recomendados 15 dias de oferta de artêmia (Fosse et al, 2013). Azevedo et al (2016) constataram que 12 dias de fornecimento de artêmia foram suficientes para pós-larvas de tricogaster (Trichogaster leeri), desde que a dieta seja suplementada com o simbiótico mananoligossacarídeo + B. subtilis.…”
Section: Discussionunclassified
See 1 more Smart Citation
“…Estabelecer ou melhorar as técnicas de manejo alimentar na produção de peixes ornamentais é fundamental, principalmente durante a larvicultura. A fase larval é a mais crítica na vida dos peixes, pois neste período os peixes estão mais sensíveis às variações na qualidade da água e ao manejo nutricional (PEREIRA et al, 2016).…”
Section: Introductionunclassified