2014
DOI: 10.5433/2236-6407.2014v5n2p15
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Brincar como meio de comunicação na psicoterapia de crianças com mutismo seletivo

Abstract: ResumoA partir de conceitos da teoria psicanalítica, é feita uma discussão teórico-clínica em que o brincar serve como meio de expressão e de comunicação na psicoterapia psicanalítica de uma menina de nove anos e de um menino de sete anos de idade, ambos com mutismo seletivo, atendidos duas vezes por semana em um hospital público. Trata-se de um estudo qualitativo, que utiliza o método psicanalítico. As discussões teóricas são ilustradas pela história de vida e por vinhetas das sessões nas quais o brincar perm… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1

Citation Types

0
0
0
1

Year Published

2021
2021
2021
2021

Publication Types

Select...
1

Relationship

0
1

Authors

Journals

citations
Cited by 1 publication
(1 citation statement)
references
References 6 publications
0
0
0
1
Order By: Relevance
“…A recusa em falar não pode ser explicada por desconhecimento da linguagem, desordem de comunicação, distúrbio invasivo do desenvolvimento ou quaisquer outros distúrbios psiquiátricos. (Campos & Arruda, 2014).…”
Section: Mutismo Como Fator Prejudicial Da Socialização Em Sala De Aulaunclassified
“…A recusa em falar não pode ser explicada por desconhecimento da linguagem, desordem de comunicação, distúrbio invasivo do desenvolvimento ou quaisquer outros distúrbios psiquiátricos. (Campos & Arruda, 2014).…”
Section: Mutismo Como Fator Prejudicial Da Socialização Em Sala De Aulaunclassified