2018
DOI: 10.31508/1676-3793201800002
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Abordagem da equipe de saúde nos agravos de saúde mental de crianças e adolescentes hospitalizados

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
3
2

Citation Types

0
3
0
3

Year Published

2020
2020
2023
2023

Publication Types

Select...
6

Relationship

0
6

Authors

Journals

citations
Cited by 7 publications
(6 citation statements)
references
References 11 publications
(15 reference statements)
0
3
0
3
Order By: Relevance
“…33,34 O cuidado da equipe de enfermagem com a criança e o adolescente com transtornos mentais hospitalizado requer ações de cuidado de higiene e conforto, medicação, e, ainda, contenção, quando necessário, para a promoção de um atendimento de excelência. 1 Todavia, o trabalho da enfermagem não deve limitar-se a tais atividades, embora o modelo biomédico ainda predomine dentro das instituições hospitalares, promovendo uma assistência pautada em torno de uma hierarquia constituída por manuais, normas, rotinas e pela subordinação do enfermeiro em relação ao médico. Estes fatores limitam o pleno exercício da autonomia pela enfermagem, conduzindo a uma assistência fragmentada, engessada e verticalizada.…”
Section: Discussionunclassified
See 1 more Smart Citation
“…33,34 O cuidado da equipe de enfermagem com a criança e o adolescente com transtornos mentais hospitalizado requer ações de cuidado de higiene e conforto, medicação, e, ainda, contenção, quando necessário, para a promoção de um atendimento de excelência. 1 Todavia, o trabalho da enfermagem não deve limitar-se a tais atividades, embora o modelo biomédico ainda predomine dentro das instituições hospitalares, promovendo uma assistência pautada em torno de uma hierarquia constituída por manuais, normas, rotinas e pela subordinação do enfermeiro em relação ao médico. Estes fatores limitam o pleno exercício da autonomia pela enfermagem, conduzindo a uma assistência fragmentada, engessada e verticalizada.…”
Section: Discussionunclassified
“…As situações vividas pelo indivíduo ao longo de sua vida, principalmente no período infanto juvenil, podem conduzir a desfechos que prejudiquem sua saúde mental. 1 Nessa perspectiva, um estudo epidemiológico global de prevalência dos transtornos mentais em crianças e adolescentes sinaliza que dentre os transtornos mentais mais frequentes da infância evidenciam-se os quadros de ansiedade e atenção. No início da adolescência, têm-se os transtornos de conduta, e no final, os de humor têm maior tendência a se apresentarem.…”
Section: Introductionunclassified
“…Os agravos na saúde mental de crianças e adolescentes mais frequentes são a depressão, os transtornos de ansiedade, TDAH, transtorno por uso de substâncias, e transtorno de conduta (CARNEIRO ES, et al, 2018). As respostas dos participantes da pesquisa mostraram que por mais que o ensino da saúde mental não seja totalmente satisfatório, os mesmos conseguem associar as vivências do dia a dia com os conhecimentos adquiridos fora da universidade para identificar alguns dos transtornos mentais que acometem crianças e adolescentes, o que pode favorecer o cuidado de enfermagem e tomada de medidas necessárias, como encaminhamento para serviços especializados, quando for o caso.…”
Section: Discussionunclassified
“…The situations experienced by individuals throughout life, especially during childhood and adolescence, may lead to outcomes that affect their mental health. 1 From this perspective, a global epidemiological study on the prevalence of mental disorders in children and adolescents indicates that among the most frequent mental disorders in childhood are evidenced anxiety and attention disorders. In early adolescence, there are conduct disorders, and at the end, mood disorders are more likely to present.…”
Section: Introductionmentioning
confidence: 99%