volume 29, issue 105, P1069-1088 2008
DOI: 10.1590/s0101-73302008000400007
View full text
|
Sign up to set email alerts
|
Share

Abstract: Desencantamento do mundo: em Descartes, ele se encarna no sujeito abstrato do puro pensamento de si -aquele que não tem dor a mitigar, nem esperanças a realizar. Tanto o pensamento platônico quanto o cartesiano, por razões diversas, implicaram um universo, desenfeitiçado, demitizado, "sem qualidades", racional, No universo mítico e má-gico, ao contrário, "nada é natural na natureza", tudo é sagrado. O sagrado, o mágico será o verdadeiro antagonista que a ratio procura eliminar. (Olgária Matos) RESUMO : A p…

Expand abstract