volume 36, issue 6, P665-669 2003
DOI: 10.1590/s0037-86822003000600004
View full text
|
|
Share

Abstract: Resumo Foram analisados os achados radiológicos e manométricos de 43 pacientes portadores de megaesôfago chagásico com sorologia positiva para doença de Chagas. Encontrou-se uma redução significante dos valores da pressão máxima do corpo do esôfago com relação ao estádio da esofagopatia: grau I/II -42,9mmHg; grau III -23,6mmHg; grau IV -15,6mmHg. Observou-se que cinco (35,7%) pacientes classificados como grau III, do ponto de vista radiológico, apresentaram valores da pressão máxima do corpo do esôfago inferi…

Expand abstract