2012
DOI: 10.1590/s0006-87052012000200008 View full text |Buy / Rent full text
|
|

Abstract: ResumoO cultivo de oliveira (Olea europaea L.) no sul de Minas Gerais tem apresentado resultados promissores quanto à produção de frutos. No entanto, há necessidade de verificar seu valor nutritivo e a qualidade do azeite oriundo dos frutos das cultivares potencialmente produtivas. Objetivou-se com este trabalho determinar a composição centesimal dos frutos, as características químicas e o perfil de ácidos graxos dos azeites extraídos de diferentes cultivares de oliveira, com a finalidade de selecionar os mate… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance
Select...
3
1
0
1
0
8

Year Published

2012
2012
2018
2018

Publication Types

Select...
5

Relationship

4
1

Authors

Journals

0
1
0
8
Order By: Relevance
“…Os mesmos autores citam ainda que, em comparação com outras fontes de óleos vegetais, o óleo de abacate caracteriza-se por apresentar teores elevados de ácidos graxos monoinsaturados (oleico e palmitoleico), teor relativamente elevado do ácido graxo saturado palmítico e menor conteúdo do ácido esteárico (saturado). Com isso, conclui-se que a composição em ácidos graxos é muito próxima ao azeite de oliva, principalmente quanto aos altos níveis de ácido oleico, já que os limites são de 55 a 83% no azeite de oliva (SILVA et al, 2012) e até mesmo da noz macadâmica (MARO et al, 2012).…”
Section: Resultsunclassified
Create an account to read the remaining citation statements from this report. You will also get access to:
  • Search over 1b+ citation statments to see what is being said about any topic in the research literature
  • Advanced Search to find publications that support or contrast your research
  • Citation reports and visualizations to easily see what publications are saying about each other
  • Browser extension to see Smart Citations wherever you read research
  • Dashboards to evaluate and keep track of groups of publications
  • Alerts to stay on top of citations as they happen
  • Automated reference checks to make sure you are citing reliable research in your manuscripts
  • 14 day free preview of our premium features.

Trusted by researchers and organizations around the world

Over 100,000 students researchers, and industry experts at use scite

See what students are saying

rupbmjkragerfmgwileyiopcupepmcmbcthiemesagefrontiersapsiucrarxivemeralduhksmucshluniversity-of-gavle
“…Os mesmos autores citam ainda que, em comparação com outras fontes de óleos vegetais, o óleo de abacate caracteriza-se por apresentar teores elevados de ácidos graxos monoinsaturados (oleico e palmitoleico), teor relativamente elevado do ácido graxo saturado palmítico e menor conteúdo do ácido esteárico (saturado). Com isso, conclui-se que a composição em ácidos graxos é muito próxima ao azeite de oliva, principalmente quanto aos altos níveis de ácido oleico, já que os limites são de 55 a 83% no azeite de oliva (SILVA et al, 2012) e até mesmo da noz macadâmica (MARO et al, 2012).…”
Section: Resultsunclassified
“…Entretanto, para suprir o mercado interno (214 mil toneladas) é necessário o plantio de 11 milhões de plantas, exigindo da pesquisa informações técnicas para sua produção Silva et al, 2012).…”
unclassified
“…Os fatores como maturação, estocagem, ação enzimática, qualidade da azeitona e os sistemas de obtenção do azeite (extração mecânica e ou por solvente), grau de refinação ou misturas de óleos tem grande impacto na qualidade, principalmente no índice de acidez, que é de suma importância para classificação e definição da qualidade dos azeites (PEIXOTO; SANTANA; ABRANTES, 1998;SILVA et al, 2012). De acordo com Silva et al (2012), quanto menor a acidez do azeite de oliva, melhor a sua qualidade e maiores os efeitos benéficos à saúde humana.…”
Section: Introductionunclassified