2017
DOI: 10.4067/s0250-71612017000100005
| View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: issn impreso 0250-7161 | issn digital keywords | urban planning, urban sustainability, mobility.

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1
1
1

Citation Types

0
1
0
12

Year Published

2019
2019
2022
2022

Publication Types

Select...
8

Relationship

0
8

Authors

Journals

citations
Cited by 17 publications
(13 citation statements)
references
References 51 publications
0
1
0
12
Order By: Relevance
“…O componente de transporte, assim como o componente de uso do solo, está relacionado com o confronto entre a oferta e a demanda, nesse caso, do sistema de transporte. Para isso, é imprescindível que o planejamento urbano não ocorra em dissonância do planejamento de transportes, sob o risco de nos depararmos com péssimas condições de acessibilidade (Mello & Portugal, 2017). Hernandez (2017) traz à tona a variedade de situações no nível individual que nem sempre é bem entendida sob um olhar macro.…”
Section: Revisão Bibliográficaunclassified
“…O componente de transporte, assim como o componente de uso do solo, está relacionado com o confronto entre a oferta e a demanda, nesse caso, do sistema de transporte. Para isso, é imprescindível que o planejamento urbano não ocorra em dissonância do planejamento de transportes, sob o risco de nos depararmos com péssimas condições de acessibilidade (Mello & Portugal, 2017). Hernandez (2017) traz à tona a variedade de situações no nível individual que nem sempre é bem entendida sob um olhar macro.…”
Section: Revisão Bibliográficaunclassified
“…Nesse sentido, o papel do planejamento urbano se expande e ganha cada vez mais força no caminho de reconstituir, revitalizar e alcançar uma cidade sustentável. A revitalização do meio urbano se torna uma estratégia importante de gestão do uso e ocupação do solo, com ênfase na manutenção das estruturas urbanas em condições que satisfaçam às exigências das atividades de habitação, trabalho, circulação e lazer, evidenciando as necessidades de mobilidade da população nas estratégias de gestão do espaço urbano (Waddell, 2011;Cervero, 2013;Litman, 2017;Mello & Portugal, 2017).…”
Section: Gestão Sustentável Do Uso E Ocupação Do Solounclassified
“…O tod encoraja o desenvolvimento de comunidades compactas, com uso misto do solo, com rápido acesso aos vários modos de transportes. Esses conceitos foram traduzidos pelo Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (itdp, 2013) como forma de incentivar o setor público e a iniciativa privada, à transformar o padrão de planejamento e o desenho urbano (Mello & Portugal, 2017). Foram colocados na forma de manual de apoio, com indicativos de que os espaços urbanos devem ser projetados para acolher pessoas, atividades, edificações e equipamentos públicos em áreas integradas ao resto da cidade por um transporte público de qualidade e facilmente conectadas a pé ou por bicicleta.…”
Section: Revisão Da Literaturaunclassified
“…As recentes políticas públicas brasileiras, como o Estatuto das Cidades (2001) e a Política Nacional de Mobilidade Urbana Sustentável (2012), contemplam diretrizes em defesa do direito à cidade e a o acesso digno aos serviços públicos de qualidade, a favor de uma gestão mais democrática com a participação popular (Hidalgo & Huizenga, 2013;Machado & Lima, 2015). Nesse contexto, o sistemas de transportes e a mobilidade urbana participam das estratégias de gestão, contribuindo para o crescimento inteligente das cidades (Cervero, 2013;Litman, 2017b;Mello & Portugal, 2017;Sakamoto & Lima, 2016;Waddell, 2011).…”
Section: Introductionunclassified