2019
DOI: 10.5123/s1679-49742019000300003
View full text |Buy / Rent full text
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: Objective: to analyze lung cancer mortality trends in Brazil, 2000Brazil, -2015 Methods: this was a time series study; lung cancer death records were corrected; linear autoregressive models were used to calculate regression coefficients (β 1 ) and 95% confidence intervals (95%CI) in trend analysis according to sex, in the 30 and over age group, for 19 metropolitan areas (MAs) and the interior regions of 14 Brazilian states; positive β 1 indicates upward trends while negative β 1 indicates downward trends. Res… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1
1

Citation Types

0
1
0
4

Year Published

2020
2020
2022
2022

Publication Types

Select...
4

Relationship

0
4

Authors

Journals

citations
Cited by 7 publications
(27 citation statements)
references
References 19 publications
(27 reference statements)
0
1
0
4
Order By: Relevance
“…Em estudo de agregados de série temporal, realizado na Bahia, de 1980 a 2011, também houve aumento nas taxas de mortalidade para ambos os sexos, porém ressalta-se que tais dados foram obtidos antes da vigência da Lei Federal (2011) 14 . O aumento dos óbitos ao longo do tempo pode ser atribuído, ainda que parcialmente, ao crescimento e envelhecimento proporcional da população, além disso, o longo período de latência (aproximadamente 30 anos) entre exposição ao tabaco e ocorrência de morte, faz com que o impacto causado pelo declínio na prevalência do tabagismo sobre a mortalidade seja tardio 15 .…”
Section: Discussionunclassified
See 1 more Smart Citation
“…Em estudo de agregados de série temporal, realizado na Bahia, de 1980 a 2011, também houve aumento nas taxas de mortalidade para ambos os sexos, porém ressalta-se que tais dados foram obtidos antes da vigência da Lei Federal (2011) 14 . O aumento dos óbitos ao longo do tempo pode ser atribuído, ainda que parcialmente, ao crescimento e envelhecimento proporcional da população, além disso, o longo período de latência (aproximadamente 30 anos) entre exposição ao tabaco e ocorrência de morte, faz com que o impacto causado pelo declínio na prevalência do tabagismo sobre a mortalidade seja tardio 15 .…”
Section: Discussionunclassified
“…Tais dados guardam semelhança com outros estudos. Em estudo de série temporal realizado de 2000 a 2015, em 19 regiões metropolitanas e interior de 14 estados brasileiros, embora a mortalidade por câncer de pulmão tenha sido maior em homens, em mulheres, prevaleceu tendência de crescimento médio anual dos coeficientes de mortalidade, observada em 20 das 33 unidades avaliadas 15 ; no estudo realizado no Brasil e regiões também se observou aumento das taxas de óbito entre as mulheres, principalmente nas regiões Sul e Sudeste 17 ; na Bahia durante os anos de estudo (1996-2011) houve aumento nas taxas de mortalidade do sexo feminino para todas as idades, sendo mais expressivo nas mulheres com mais de 50 anos de idade 14 .…”
Section: Discussionunclassified
“…Conforme visto, o nível socioeconômico também é um importante preditor de morbimortalidade em relação a neoplasias, especialmente no que diz respeito ao acesso ao serviço de saúde, que historicamente é deficitário para populações menos abastadas, dificultando o rastreio precoce, principal fator na sobrevida de pacientes oncológicos 35 . Tais aspectos devem ser analisados considerando as peculiaridades de cada Macrorregião, uma vez que as desigualdades no acesso a serviços de saúde para o diagnóstico e o tratamento do câncer e a influência dos programas de controle do tabagismo, academias de saúde, entre outras, podem estar presentes em um mesmo Estado 36 . Nesse sentido, a análise dos dados referente à assistência à saúde, especialmente da cobertura de APS, se justifica pela compreensão do seu papel estruturante para o desenvolvimento de várias ações no controle da neoplasia 37 .…”
Section: Métodounclassified
“…Physicians often record only the pathophysiological events that preceded death, such as cardiorespiratory arrest, heart failure, pulmonary edema, among others, but fail to correctly inform the underlying cause of death, according to the ICD-10 44 criteria, leading to underreporting of some conditions. In addition, in many cases, the underlying cause of death is filled only as a malignant neoplasm, without specifying its location (C80) 45 .…”
Section: Referencesmentioning
confidence: 99%