2003
DOI: 10.1590/s1516-35982003000300016
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Suplementação energética na recria de bezerras de corte mantidas em pastagem de inverno

Abstract: RESUMO -Este trabalho foi conduzido para se avaliar o efeito de níveis de suplementação energética no desempenho produtivo e reprodutivo de 64 bezerras de corte Charolês e suas cruzas com Nelore, mantidas em pastagem cultivada de aveia preta (Avena strigosa Schreb) mais azevém (Lolium multiflorum Lam.). Os tratamentos consistiram em suplementação equivalente a 0; 0,7 e 1,4 % do peso vivo (PV)/dia de farelo de arroz integral associado à polpa cítrica na proporção de 1:1. O método de pastejo foi contínuo, com lo… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
2
1

Citation Types

0
9
0
35

Year Published

2010
2010
2020
2020

Publication Types

Select...
6
1

Relationship

2
5

Authors

Journals

citations
Cited by 32 publications
(44 citation statements)
references
References 16 publications
(20 reference statements)
0
9
0
35
Order By: Relevance
“…2). Frizzo et al (2003a) também destacaram que a suplementação energética apresenta efeito aditivo e substitutivo em pastagem cultivada de inverno de aveia e azevém, aumentando a carga animal, porém os maiores efeitos estão relacionados com o ciclo das forrageiras.…”
Section: Resultsunclassified
“…2). Frizzo et al (2003a) também destacaram que a suplementação energética apresenta efeito aditivo e substitutivo em pastagem cultivada de inverno de aveia e azevém, aumentando a carga animal, porém os maiores efeitos estão relacionados com o ciclo das forrageiras.…”
Section: Resultsunclassified
“…Os animais experimentais, sendo levados em consideração sua idade e seu grupo genético, apresentavam baixo peso corporal (124,9kg) por ocasião do início do período de pastejo. Essa foi a razão, provavelmente, do valor do ganho médio diário observado (1,114kg dia -1 ) ter sido superior aos ganhos verificados em bezerras de corte do mesmo rebanho em outros experimentos com as mesmas espécies forrageiras (FRIZZO et al, 2003;PILAU et al, 2004). O baixo peso pode ter determinado, durante o período experimental, um ganho compensatório nos animais, o qual envolve a redução na exigência de energia para mantença e o aumento na eficiência do uso da energia metabolizável acima da mantença (FOX et al, 1988).…”
Section: Resultsunclassified
“…A elevação do ganho de peso por área, à medida que aumentou o nível de suplemento, também foi observada por FRIZZO et al (2003) e PILAU et al (2004, para valores de suplemento de até 1,5% do peso corporal.…”
Section: --------------------------------Nível De Suplemento (% Peso unclassified
See 2 more Smart Citations