2007
DOI: 10.1590/s0104-026x2007000300014
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Sexo tropical em um país europeu: migração de brasileiras para a Itália no marco do "turismo sexual" internacional

Abstract: Em Fortaleza, uma das cidades vinculadas ao turismo sexual no Nordeste do Brasil, jovens mulheres das camadas baixas deixam o país com ou convidadas por turistas sexuais. Algumas se inserem na indústria do sexo na Europa. Outras, porém, a deixam, casando-se com europeus. Centrando-me em um universo de casais integrados por mulheres do Nordeste do Brasil e italianos, discuto as categorias de diferenciação que adquirem centralidade quando esses relacionamentos, iniciados em um terreno ambíguo da sexualidade, int… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1
1
1

Citation Types

0
4
0
21

Year Published

2013
2013
2021
2021

Publication Types

Select...
5
2

Relationship

0
7

Authors

Journals

citations
Cited by 39 publications
(27 citation statements)
references
References 7 publications
0
4
0
21
Order By: Relevance
“…In some cases, however, tourism from Latin America to Europe is used as a subterfuge for labour migration and illegal immigration (particularly to the Iberian peninsula). Much Brazilian (female) tourism to Europe is in fact covert labour migration, especially for work in prostitution (Piscitelli 2007;Pontes, 2004). The boundaries between discretionary mobilities and forms of corporeal mobilities where persons are more compelled then free, to move (Cresswell, 2010), are thus fuzzy.…”
Section: Constellations Of Long-haul International Tourism From the Ementioning
confidence: 99%
“…In some cases, however, tourism from Latin America to Europe is used as a subterfuge for labour migration and illegal immigration (particularly to the Iberian peninsula). Much Brazilian (female) tourism to Europe is in fact covert labour migration, especially for work in prostitution (Piscitelli 2007;Pontes, 2004). The boundaries between discretionary mobilities and forms of corporeal mobilities where persons are more compelled then free, to move (Cresswell, 2010), are thus fuzzy.…”
Section: Constellations Of Long-haul International Tourism From the Ementioning
confidence: 99%
“…A intersecção não é a simples sobreposição de diferentes subordinações, é uma discriminação interativa (Crenshaw, 2002). Piscitelli (2008) destaca a importância da interseccionalidade para compreender as experiências de migrantes brasileiras.…”
Section: Breves Considerações Teóricas E Metodológicasunclassified
“…Então, quando vai passando a noite, você percebe que os olhares delas para você, de um olhar de desprezo, passou para um olhar de admiração. (Cristina, bailarina e instrutora de fitness) Esta agência das mulheres brasileiras, esta capacidade de lidar, usar e transformar o estereótipo, também é apontada por Piscitelli (2007), ao analisar o contexto do turismo sexual. A autora aponta que as brasileiras jogam com a brasilidade como uma forma de agenciar o estereótipo a seu favor.…”
Section: Resistência Afirmativaunclassified
“…E até mesmo pesquisas feministas específicas sobre tráfico de pessoas não produzem resultados que encontram o discurso mais visibilizado sobre tráfico (Nick MAI, 2012). Há, ainda, pesquisas brasileiras apontando simplificações que formulam a categoria turismo sexual, que aparece associada ao tráfico no discurso dominante (Adriana PISCITELLI, 2007).Minhas perguntas são, portanto, pensadas a partir do dissenso entre pesquisas acadêmicas feministas comprometidas com os direitos de mobilidade e de autodeterminação das mulheres 3 e o discurso mais difundido sobre o tráfico, que nos aterroriza com imagens de mulheres sequestradas e forçadas a se prostituírem em bordéis estrangeiros.Comprometida com minhas perguntas de pesquisa, arranjadas em jogo com minhas posições metodológicas, devo alertar que os processos-crime que submeti à análise não podem ser entendidos como "representativos" das táticas de combate ao tráfico, mas, sim, como uma indicação da racionalidade que move práticas de combate no Brasil, afinal, há uma certa homogeneização das práticas policiais e do debate judicial. Submeti à análise 12 processos-crime inteiros, desde os inquéritos policiais até o momento em que se encontravam na data da coleta, produzidos nos estados de Goiás e Ceará entre os anos 1995 e 2012.…”
unclassified
“…E até mesmo pesquisas feministas específicas sobre tráfico de pessoas não produzem resultados que encontram o discurso mais visibilizado sobre tráfico (Nick MAI, 2012). Há, ainda, pesquisas brasileiras apontando simplificações que formulam a categoria turismo sexual, que aparece associada ao tráfico no discurso dominante (Adriana PISCITELLI, 2007).…”
unclassified