2019
DOI: 10.1590/1982-0194201900074
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Qualidade e duração de sono entre usuários da rede pública de saúde

Abstract: Resumo Objetivo Avaliar a qualidade e tempo de sono entre usuários da rede pública de saúde e fatores associados. Métodos Estudo transversal, realizado com 775 indivíduos de ambos os sexos, em um município da região Centro-Oeste do Brasil. Aplicou-se questionário semiestruturado para avaliar as características sociodemográficas, os hábitos de vida, as condições de saúde, o binge drinking e qualidade e duração do sono, avaliadas pelo Índice de Qualidade de Sono de Pittsburgh. Aplicou-se a regressão de Poiss… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1
1
1

Citation Types

0
1
0
6

Year Published

2020
2020
2023
2023

Publication Types

Select...
7
1

Relationship

0
8

Authors

Journals

citations
Cited by 9 publications
(7 citation statements)
references
References 32 publications
(53 reference statements)
0
1
0
6
Order By: Relevance
“…(22) Um estudo recente concluiu que ser mulher, ter idade superior a 55 anos, consumir bebidas alcoólicas, usar substâncias ilícitas, ter antecedente de angina de peito, obesidade e depressão são fatores predisponentes para alterações na qualidade e duração de sono. (26) Por outro lado, a necessidade de sedação contínua pode alterar o ritmo circadiano do sono, sendo que estas alterações dependem também do tipo de sedativo utilizado. (16,18) Em relação à regulação da luminosidade, esta contribui para a adequação do ritmo circadiano do paciente, contudo as luzes são acesas ininterruptamente provocando distúrbios do sono, (14,19) até quando são prestados cuidados durante a noite, onde a luminosidade é essencial para a obtenção de colheitas para exames laboratoriais.…”
Section: Resultsunclassified
“…(22) Um estudo recente concluiu que ser mulher, ter idade superior a 55 anos, consumir bebidas alcoólicas, usar substâncias ilícitas, ter antecedente de angina de peito, obesidade e depressão são fatores predisponentes para alterações na qualidade e duração de sono. (26) Por outro lado, a necessidade de sedação contínua pode alterar o ritmo circadiano do sono, sendo que estas alterações dependem também do tipo de sedativo utilizado. (16,18) Em relação à regulação da luminosidade, esta contribui para a adequação do ritmo circadiano do paciente, contudo as luzes são acesas ininterruptamente provocando distúrbios do sono, (14,19) até quando são prestados cuidados durante a noite, onde a luminosidade é essencial para a obtenção de colheitas para exames laboratoriais.…”
Section: Resultsunclassified
“…A qualidade do sono decorre de rápidas transformações econômicas e sociais e pode estar relacionada a diversos fatores, tais como: estresse, trabalhos em horários prolongados, refeição irregular, carência de exercícios físicos, hábitos de fumar, ingestão de bebidas alcoólicas e doenças crônicas. Os distúrbios do sono acontecem quando sua duração e qualidade são alteradas, o que tem sido associado a doenças crônicas, morbimortalidade, depressão, dentre outras 16 .…”
Section: Discussionunclassified
“…The literature reports that lack of flexibility to perform training associated with sleep deprivation and high external training loads such as volume and intensity can impact the sleep pattern, providing a bad sleep (Cruz, 2017;Santa Cruz, 2018). Simões, et al, (2019) report that the average duration of the world population is less than 8 hours of sleep. With regard to the hours of sleep of the futsal players in this study, which consists of 7 hours and 13 minutes, they are close to those reported in the scientific literature.…”
Section: Discussionmentioning
confidence: 99%