1997
DOI: 10.1590/s0103-65641997000100004
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Para uma Crítica da Razão Psicométrica

Abstract: A partir da presença de testes e de laudos psicológicos na escola pública de 1º grau, o artigo discute, no marco teórico do materialismo histórico, aspectos epistemológicos e políticos do psicodiagnóstico.

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1
1
1

Citation Types

0
2
0
37

Year Published

2007
2007
2016
2016

Publication Types

Select...
5
4
1

Relationship

0
10

Authors

Journals

citations
Cited by 67 publications
(41 citation statements)
references
References 1 publication
0
2
0
37
Order By: Relevance
“…Além disso, é necessário atentar para as perigosas consequências que um laudo emitido por um profissional da saúde pode acarretar. Como nos ensina Patto (1997), laudare significa aprovar, ou seja, tudo funciona como se houvesse uma concordância do profissional de saúde, frequentemente o psicólogo, em relação ao que o professor já apresentava como crença, de modo que o discurso padronizado do primeiro, no laudo, tem a pretensão de revestir de cientificidade um rótulo atribuído ao aluno encaminhado, amiúde selando seu destino e, no limite, empurrando-o para fora dos bancos escolares.…”
Section: Resultsunclassified
“…Além disso, é necessário atentar para as perigosas consequências que um laudo emitido por um profissional da saúde pode acarretar. Como nos ensina Patto (1997), laudare significa aprovar, ou seja, tudo funciona como se houvesse uma concordância do profissional de saúde, frequentemente o psicólogo, em relação ao que o professor já apresentava como crença, de modo que o discurso padronizado do primeiro, no laudo, tem a pretensão de revestir de cientificidade um rótulo atribuído ao aluno encaminhado, amiúde selando seu destino e, no limite, empurrando-o para fora dos bancos escolares.…”
Section: Resultsunclassified
“…Ao se recusarem a exercer essa função de diagnosticar as crianças e de emitir laudos psicológicos, esses profissionais corroboram os estudos realizados por Patto (1997) No que diz respeito à contribuição da psicologia frente ao fracasso escolar, todos os entrevistados consideram que os psicólogos podem auxiliar no enfrentamento desse fenômeno; porém, a maioria reconhece que é necessária a presença do profissional da psicologia no contexto escolar, para trabalhar essa e outras demandas escolares em conjunto com os professores, gestores, alunos, pais/familiares: Os participantes da pesquisa compreendem o quanto um laudo pode prejudicar uma criança na escola e servir apenas para justificar a exclusão da qual esta já é vítima.…”
Section: Resultsunclassified
“…Sua pobreza foi interpretada, pela Psiquiatria e pela Psicologia psicométrica, como sendo da ordem do "desajuste psíquico", do "desvio de caráter", da "personalidade antissocial e psicopática" (Patto, 1997(Patto, , 2010. Isso representava uma justificativa científica para os procedimentos de internação, com vistas a proteger, tratar e reeducar esses indivíduos.…”
Section: Breve Percurso Histórico Sobre O Processo De Institucionalizunclassified