2019
DOI: 10.1590/1981-52712015v43n2rb20180178
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Novas Diretrizes Curriculares Nacionais e a Formação Médica: Expectativas dos Discentes do Primeiro Ano do Curso de Medicina de uma Instituição de Ensino Superior

Abstract: RESUMO As perspectivas dos discentes, seus desapontamentos ou realizações interferem de maneira significativa no processo de aprendizagem e na maneira como eles veem a profissão. Este estudo propôs avaliar a relação entre as Novas Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Medicina (DCN), implementadas em 2014, e as expectativas quanto à formação acadêmica de discentes do primeiro ano do curso de Medicina de uma instituição particular de educação superior, situada no Estado de Minas Gerais. O estudo uti… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1
1
1
1

Citation Types

0
16
0
43

Year Published

2020
2020
2023
2023

Publication Types

Select...
10

Relationship

0
10

Authors

Journals

citations
Cited by 56 publications
(60 citation statements)
references
References 15 publications
0
16
0
43
Order By: Relevance
“…As DCN para o curso de medicina determinam que o médico seja formado sob a ótica humanista, ética e crítico-reflexiva sobre a práxis profissional, atuando de forma resolutiva nos diversos níveis de atenção em saúde, considerando aspectos biopsicossociais no cuidado, respeitando o direito do paciente à cidadania e à dignidade (Brasil, 2014;Meireles, Fernandes, & Silva, 2019). Ter a percepção dos anseios socioculturais da comunidade LGBT+, os impasses no atendimento em saúde e as repercussões na trajetória desses agentes, traz a autorreflexão acadêmica e o desenvolvimento de competências que fazem o acadêmico ter conhecimento das potencialidades que contribuem para uma prática médica humanística a essas populações.…”
Section: Discussionunclassified
“…As DCN para o curso de medicina determinam que o médico seja formado sob a ótica humanista, ética e crítico-reflexiva sobre a práxis profissional, atuando de forma resolutiva nos diversos níveis de atenção em saúde, considerando aspectos biopsicossociais no cuidado, respeitando o direito do paciente à cidadania e à dignidade (Brasil, 2014;Meireles, Fernandes, & Silva, 2019). Ter a percepção dos anseios socioculturais da comunidade LGBT+, os impasses no atendimento em saúde e as repercussões na trajetória desses agentes, traz a autorreflexão acadêmica e o desenvolvimento de competências que fazem o acadêmico ter conhecimento das potencialidades que contribuem para uma prática médica humanística a essas populações.…”
Section: Discussionunclassified
“…In these new medical schools, in the face of a new society driven by technology, teaching strategies have been rethought and adequate (Farias et al, 2015). Although, these schools proposed mostly innovative curricula based on interdisciplinarity and multi-professionalism with the use of problem-based learning (PBL) and Student-centered learning (Meireles et al, 2019;Takenami et al, 2018), the OSCE-type evaluation methods are still not widely used.…”
Section: Research Focusmentioning
confidence: 99%
“…Esse excesso de tempo gasto com atividades curriculares reflete na qualidade de vida do estudante que não pode ou não consegue se dedicar a atividades de lazer ou atividades físicas (Mendonça et al, 2019). As expectativas dos estudantes no primeiro período sobre o decorrer do curso mostram reclamações sobre a quantidade de horas ocupadas por disciplinas que os alunos não julgavam importantes para a formação médica e que acabam por sobrecarregar o curso (Meireles et al, 2019). Ainda sobre a carga horária curricular 72% dos estudantes de medicina não consideram adequada e 96,8% se sentiam excessivamente cobrados pelo curso, além disso a maioria dos estudantes ainda estão envolvidos em atividades extracurriculares, demonstrando a elevada pressão que o curso de medicina exerce (Costa et al, 2020).…”
Section: Domínio Curricularunclassified