2015
DOI: 10.5902/2179769213159
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Mortalidade materna relacionada à doença hipertensiva especifica da gestação (DHGE) em uma maternidade no Pará

Abstract: RESUMO: Objetivo: investigar a prevalência de mortalidade materna decorrentes da DHEG em mulheres internadas em uma maternidade do Estado do Pará, no período de 2009 a 2012. Método: pesquisa do tipo documental, descritiva e retrospectiva, com abordagem quantitativa cuja análise estatística foi feita por meio do programa Bioestat 5.0. Resultados: Dos 122 óbitos maternos, 27% foram por DHEG, o maior percentual das gestantes que evoluíram a óbito por DHEG tinham entre 20 a 29 anos (48,5%), possuíam união estável … Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
4
1

Citation Types

0
2
1
7

Year Published

2015
2015
2021
2021

Publication Types

Select...
4
1

Relationship

0
5

Authors

Journals

citations
Cited by 10 publications
(10 citation statements)
references
References 5 publications
(5 reference statements)
0
2
1
7
Order By: Relevance
“…Esse número representa um declínio de 47% em relação aos níveis encontrados em 1990, mas está distante da 5ª meta dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio de redução de 75% das mortes maternas até 2015. A maioria dessas mortes está concentrada nos países em desenvolvimento e é decorrente da falta de acesso a cuidados de rotina adequados e cuidados de emergência quando necessários 2,3 . Em se tratando de mortalidade materna (MM), a qual é definida como "o óbito de mulheres durante a gravidez, parto ou puerpério, resultante de complicações surgidas ou agravadas no período, ou por medidas tomadas em relação a essas", no âmbito brasileiro, embora haja controvérsias, a estatística sobre esse dado epidemiológico apresenta-se estimada em torno de 73 mortes para cada 100 mil nascidos vivos; no entanto, os dados ainda se mostram pouco disponíveis sobre a situação da MM 3,4 .…”
Section: Introductionunclassified
“…Esse número representa um declínio de 47% em relação aos níveis encontrados em 1990, mas está distante da 5ª meta dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio de redução de 75% das mortes maternas até 2015. A maioria dessas mortes está concentrada nos países em desenvolvimento e é decorrente da falta de acesso a cuidados de rotina adequados e cuidados de emergência quando necessários 2,3 . Em se tratando de mortalidade materna (MM), a qual é definida como "o óbito de mulheres durante a gravidez, parto ou puerpério, resultante de complicações surgidas ou agravadas no período, ou por medidas tomadas em relação a essas", no âmbito brasileiro, embora haja controvérsias, a estatística sobre esse dado epidemiológico apresenta-se estimada em torno de 73 mortes para cada 100 mil nascidos vivos; no entanto, os dados ainda se mostram pouco disponíveis sobre a situação da MM 3,4 .…”
Section: Introductionunclassified
“…In the present study, 38.3% of the patients indicated hypertension as a diagnosis of admission to the ICU. In a systematic review of the literature during 1990-2008, the hypertensive syndrome was found to be the most prevalent in a specific obstetric cause for hospitalization (5,14) Hypertensive gestational syndromes including chronic hypertension and the entire spectrum of preeclampsia, complicated about 7% of the pregnancies. Moreover, deaths related to this clinical condition have been constantly reported, often ranging from 1 to 24% (15).…”
Section: Discussionmentioning
confidence: 99%
“…The Hypertensive Disease Specific of Pregnancy is the most important clinical entity of the current obstetrics, a view that is based in the relatively high incidence, in ignorance of its true etiology and in the still present high maternal and fetal mortality, reflecting the innocuousness of therapeutic resources (11) . According to data found, there was decrease in cases where pregnant women develop Hypertensive Disease Specific of Pregnancy after the implementation of the program, but they still remain high.…”
Section: Discussionmentioning
confidence: 99%