volume 26, issue 91, P361-378 2005
DOI: 10.1590/s0101-73302005000200003
View full text
|
|
Share

Abstract: RESUMO:A sociologia da infância propõe-se a constituir a infância como objecto sociológico, resgatando-a das perspectivas biologistas, que a reduzem a um estado intermédio de maturação e desenvolvimento humano, e psicologizantes, que tendem a interpretar as crianças como indivíduos que se desenvolvem independentemente da construção social das suas condições de existência e das representações e imagens historicamente construídas sobre e para eles. Porém, mais do que isso, a sociologia da infância propõe-se a i…

Expand abstract

Search citation statements

Order By: Relevance

Citation Types

0
6
0
190

Paper Sections

0
0
0
0
0

Publication Types

0
0
0
0

Relationship

0
0

Authors

Journals