2021
DOI: 10.33448/rsd-v10i3.13391
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Educação permanente em Saúde e Metodologias Ativas de ensino: uma revisão sistemática integrativa

Abstract: A Política Nacional de Educação Permanente em Saúde (EPS) regulamentou a formação de recursos humanos para o SUS, apresentando entre suas diretrizes a adoção de metodologias ativas (MAs) para promover aprendizagens significativas e críticas. O presente estudo, pautado na revisão sistemática integrativa, teve como objetivo aprofundar e sistematizar conhecimentos sobre a utilização de estratégias de MAs em processos de EPS. A busca de literatura envolveu as bases de dados da Biblioteca Virtual em Saúde e obteve … Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
3
1

Citation Types

0
0
0
7

Year Published

2021
2021
2022
2022

Publication Types

Select...
8

Relationship

0
8

Authors

Journals

citations
Cited by 10 publications
(7 citation statements)
references
References 39 publications
0
0
0
7
Order By: Relevance
“…Isso também possibilita que os discentes vivenciem ao máximo a prática profissional pela simulação da realidade, por meio da resolução de casos sobre o Sistema de Saúde. Essa metodologia ativa proporciona futuros profissionais mais seguros em sua atuação, posto que potencializa a problematização, reflexão e senso crítico da realidade nas atividades realizadas (Jacobovski & Ferro, 2021). Research, Society and Development, v. 11, n. 2, e31911225838, 2022 (CC BY 4.0) | ISSN 2525-3409 | DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v11i2.25838  Ademais, observou-se que essa metodologia promove o desenvolvimento de competências em raciocínio clínico, uma vez que os alunos deixam de ler e reler matérias apenas para decorar e passam a ter um posicionamento crítico diante dos conteúdos estudados (Masocatto, et al, 2019).…”
Section: A Interação E Relações Interpessoais Via Recursos Colaborativosunclassified
“…Isso também possibilita que os discentes vivenciem ao máximo a prática profissional pela simulação da realidade, por meio da resolução de casos sobre o Sistema de Saúde. Essa metodologia ativa proporciona futuros profissionais mais seguros em sua atuação, posto que potencializa a problematização, reflexão e senso crítico da realidade nas atividades realizadas (Jacobovski & Ferro, 2021). Research, Society and Development, v. 11, n. 2, e31911225838, 2022 (CC BY 4.0) | ISSN 2525-3409 | DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v11i2.25838  Ademais, observou-se que essa metodologia promove o desenvolvimento de competências em raciocínio clínico, uma vez que os alunos deixam de ler e reler matérias apenas para decorar e passam a ter um posicionamento crítico diante dos conteúdos estudados (Masocatto, et al, 2019).…”
Section: A Interação E Relações Interpessoais Via Recursos Colaborativosunclassified
“…Neste sentido, debates diversos no campo da Saúde vêm apontando problemáticas de processos educativos pautados em doenças, na fragmentação e hierarquização do conhecimento e no tecnicismo, procurando afirmar a importância de práticas que proporcionem formação humanista, crítica e socialmente engajada para a concretização dos princípios do SUS (Jacobovski & Ferro, 2021;Ceccim, 2005;Scarcelli, 2017;Scarcelli & Junqueira, 2011).…”
Section: Introductionunclassified
“…Frente a essa pandemia e as medidas de restrições físicas pela necessidade do distanciamento social que restringe atividades presenciais como cursos e capacitações, os profissionais de saúde necessitam, ainda mais, de estratégias para a formação profissional no contexto da COVID-19. Com essas restrições e necessidades de mudanças forçadas pela pandemia, as plataformas de educação mediadas por tecnologias foram excelentes estratégias de grande impacto na formação humana em saúde (Gomes et al, 2020;Jacobovski & Ferro, 2021).…”
Section: Introductionunclassified