2013
DOI: 10.1590/s1983-80422013000200013
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Docentes de enfermagem e terminalidade em condições dignas

Abstract: ResumoEste estudo teve como objetivo compreender o significado atribuído por um grupo de docentes enfermeiros sobre o fenômeno da ortotanásia. Trata-se de pesquisa qualitativa, com inspiração fenomenológica. Do estudo participaram cinco enfermeiros de uma universidade privada do Estado de Minas Gerais e emergiram quatro categorias: despreparo da equipe em situações que remetem à finitude humana; enfrentamento dos familiares no processo da finitude; prolongamento do sofrimento humano nas unidades de tratamento … Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1
1
1

Citation Types

0
7
0
32

Year Published

2016
2016
2024
2024

Publication Types

Select...
5
1

Relationship

0
6

Authors

Journals

citations
Cited by 19 publications
(39 citation statements)
references
References 5 publications
0
7
0
32
Order By: Relevance
“…Its goal is to provide comfort to the patient. Based on bioethical principles, this approach is not considered a crime, as it comprises the prescription or not of a given treatment, without shortening or prolonging the patient's life 15,23 .…”
Section: Updatementioning
confidence: 99%
“…Its goal is to provide comfort to the patient. Based on bioethical principles, this approach is not considered a crime, as it comprises the prescription or not of a given treatment, without shortening or prolonging the patient's life 15,23 .…”
Section: Updatementioning
confidence: 99%
“…Muitas das di culdades encontradas pelos Enfermeiros na sua atuação poderiam ter sido evitadas ou ao menos atenuadas por uma melhor formação pro ssional. Esta é a conclusão que muitos autores chegaram, relatando a falta de oportunidades na graduação para adquirir habilidades, di culdade de acesso a conhecimentos acerca da temática, de discussões nas instituições de ensino e de espaço para expor o medo, as angústias, as frustrações e a insegurança (Barros et al, 2013;Peterson & Carvalho, 2011;Santana et al, 2013;Silva e Rocha, 2011;Souza et al, 2013).…”
Section: Fatores DI Cultantes a Atuação Dos Enfermeirosunclassified
“…A morte passa a ser evitada a todo custo, a ser percebida como uma frustração pro ssional e a não ser aceita (Mota et al, 2011;Santana et al, 2013;, o que gera angústia e medo de que o paciente não possa ser salvo (Borges e Mendes, 2012;Mota et al, 2011;Pai & Lautert, 2009). Por m, foi relatado nos estudos que, para atuar frente a pacientes e familiares que vivenciam o processo de morte e morrer, é necessário uma atuação interdisciplinar.…”
Section: Fatores DI Cultantes a Atuação Dos Enfermeirosunclassified
“…Através da comunicação, os profissionais consideram necessário proporcionar apoio psicológico para os familiares, envolvendo acolhimento tanto pelo médico quanto pela enfermagem, expondo sempre a verdade sobre as condições do paciente: [...] A oferta de uma assistência ativa e afetiva composta por ações que contemplam todas as esferas do cuidado estabelecem confiança na relação (18) . E uma comunicação adequada entre os profissionais, pacientes e familiares tende a reduzir as incertezas e direcionar as condutas médicas, baseada em informações claras e pertinentes, tornando-se um fator primordial para a discussão na tomada de decisão no processo final de vida (19) . Outro fator importante evidenciado nos discursos e concernente à tomada de decisão foi a religiosidade.…”
Section: São Decisões Médicas [] (P14)unclassified