1997
DOI: 10.1590/s0104-11691997000500007
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Distúrbios psiquiátricos relacionados ao álcool associados a diagnósticos de clínica médica e/ou intervenções cirúrgicas, atendidos num hospital geral

Abstract: OLIVEIRA.,E.R.; LUIS.,M.A.V. Distúrbios psiquiátricos relacionados ao álcool associados a diagnósticos de clínica médica e/ou intervenções cirúrgicas, atendidos num hospital geral. Rev.latino-am.enfermagem, Ribeirão Preto, v. 5, número especial, p. 51-57, maio 1997. INTRODUÇÃOOs estudiosos em Saúde Mental são unânimes em afirmar que o alcoolismo vem alcançando proporções crescentes entre a população, o que pode ser verificado no número de internações psiquiátricas onde esse diagnóstico tem estado entre os pri… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1
1

Citation Types

0
0
0
2

Year Published

2005
2005
2015
2015

Publication Types

Select...
2

Relationship

0
2

Authors

Journals

citations
Cited by 2 publications
(2 citation statements)
references
References 3 publications
(2 reference statements)
0
0
0
2
Order By: Relevance
“…Pesquisas indicam relação entre o uso de álcool e diversas doenças, tais como câncer bucal, orofaríngeo, câncer esofágico, cirrose hepática (Carrard, Pires, Paiva, Chaves, & Sant'Ana Filho, 2007;Meloni, & Laranjeira, 2004), distúrbios psiquiátricos (Maciel & Yoshida, 2006;Meloni, & Laranjeira, 2004), além de comorbidade entre dependência alcoólica e outros distúrbios psiquiátricos (Alves, Kessler, & Ratto, 2004;Laranjeira, 2004;Oliveira, & Luis, 1997 (Freitas, Mendes, & Oliveira, 2008;GazalCarvalho, Carline-Cotrim, Silva, & Sauaia, 2002;Mascarenhas et al, 2009;Meloni, & Laranjeira, 2004 (Fonseca, Galduróz, Tondowski, & Noto, 2009;Gigliotti, & Bessa, 2004;Zaleski et al, 2010). Deste modo, não faltam argumentos que demonstram a nocividade do uso abusivo de álcool, com repercussões tanto na saúde física quanto mental dos usuários, o que coloca tal fenô-meno como um dos maiores problemas de saúde, não só no Brasil, como também em todo o mundo (Gallassi et al, 2008;Gigliotti, & Bessa, 2004;Gouveia, Pimentel, Leite, Albuquerque, & Costa, 2009 …”
Section: Introductionunclassified
“…Pesquisas indicam relação entre o uso de álcool e diversas doenças, tais como câncer bucal, orofaríngeo, câncer esofágico, cirrose hepática (Carrard, Pires, Paiva, Chaves, & Sant'Ana Filho, 2007;Meloni, & Laranjeira, 2004), distúrbios psiquiátricos (Maciel & Yoshida, 2006;Meloni, & Laranjeira, 2004), além de comorbidade entre dependência alcoólica e outros distúrbios psiquiátricos (Alves, Kessler, & Ratto, 2004;Laranjeira, 2004;Oliveira, & Luis, 1997 (Freitas, Mendes, & Oliveira, 2008;GazalCarvalho, Carline-Cotrim, Silva, & Sauaia, 2002;Mascarenhas et al, 2009;Meloni, & Laranjeira, 2004 (Fonseca, Galduróz, Tondowski, & Noto, 2009;Gigliotti, & Bessa, 2004;Zaleski et al, 2010). Deste modo, não faltam argumentos que demonstram a nocividade do uso abusivo de álcool, com repercussões tanto na saúde física quanto mental dos usuários, o que coloca tal fenô-meno como um dos maiores problemas de saúde, não só no Brasil, como também em todo o mundo (Gallassi et al, 2008;Gigliotti, & Bessa, 2004;Gouveia, Pimentel, Leite, Albuquerque, & Costa, 2009 …”
Section: Introductionunclassified
“…Já na década de 80, destacaram-se os estudos relativos à percepção negativa do aluno de enfermagem frente ao alcoolista (13) , estudo sobre as necessidades alimentares desse cliente (14) (o único encontrado nesse tema) e sobre hospitalizações decorrentes do abuso de álcool (15)(16) . Na década de 90 começaram a aparecer estudos ouvindo as pessoas alcoolistas (17) , sobre a necessidade de atualização específica do enfermeiro (18)(19) , sobre álcool e comorbidades (20)(21) , e atitudes dos enfermeiros com relação ao alcoolismo (22) . De 2000 em diante verificase que essas temáticas se repetem, especialmente os estudos sobre atitudes (23)(24)(25)(26) , mas também sobressaem os trabalhos sobre ensino e educação em enfermagem (27)(28)(29) , e revisões (29) (28,30) haviam assinalado.…”
Section: Segundounclassified