2009
DOI: 10.1590/s1516-35982009000900014
| View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: RESUMO -Foram conduzidos três experimentos para avaliar o valor nutricional do milho pré-gelatinizado para frangos de corte de 1 a 21 dias de idade. No primeiro experimento, avaliou-se o metabolismo do milho pré-gelatinizado, do amido e do gérmen de milho pelo método da colheita total de excretas no período de 4 a 7 dias de idade para determinação dos valores de energia metabolizável aparente e aparente corrigida, que foram de 3. 370, 3.379,7, 3.259,1 kcal/kg de EMA e 3.299,8, 3.369,7 e 3.051,6 kcal/kg de EM… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1
1
1

Citation Types

0
0
0
3

Year Published

2010
2010
2010
2010

Publication Types

Select...
1

Relationship

0
1

Authors

Journals

citations
Cited by 1 publication
(3 citation statements)
references
References 11 publications
(17 reference statements)
0
0
0
3
Order By: Relevance
“…Vários autores, que trabalharam com alguns constituintes do NEP utilizados no presente trabalho, também não observaram efeito dos suplementos -óleo degomado de soja (ODS) (Vieira et al, 2002), milho pré-gelatinizado (Freitas et al, 2003;Santos, 2006;Stringhini et al, 2009) e MOS (Hofacre et al, 2003) -no ganho de peso de frangos de corte. Lara et al (2005), trabalharam com ODS na dieta de frangos de corte e encontraram maior ganho de peso das aves, em comparação com as alimentadas com óleo ácido de soja; a explicação para isto foi que a maior concentração de triglicerídeos no ODS resulta em adequada relação de monoglicerídeos/ácidos graxos livres, o que facilita sua absorção e aproveitamento pela ave. Santin et al (2000) observaram diferenças significativas no ganho de peso de frangos de corte e encontraram aumento no tamanho de vilo da mucosa intestinal das aves suplementadas com prebiótico (MOS).…”
Section: Resultsunclassified
See 2 more Smart Citations
“…Vários autores, que trabalharam com alguns constituintes do NEP utilizados no presente trabalho, também não observaram efeito dos suplementos -óleo degomado de soja (ODS) (Vieira et al, 2002), milho pré-gelatinizado (Freitas et al, 2003;Santos, 2006;Stringhini et al, 2009) e MOS (Hofacre et al, 2003) -no ganho de peso de frangos de corte. Lara et al (2005), trabalharam com ODS na dieta de frangos de corte e encontraram maior ganho de peso das aves, em comparação com as alimentadas com óleo ácido de soja; a explicação para isto foi que a maior concentração de triglicerídeos no ODS resulta em adequada relação de monoglicerídeos/ácidos graxos livres, o que facilita sua absorção e aproveitamento pela ave. Santin et al (2000) observaram diferenças significativas no ganho de peso de frangos de corte e encontraram aumento no tamanho de vilo da mucosa intestinal das aves suplementadas com prebiótico (MOS).…”
Section: Resultsunclassified
“…Outros autores não observaram influência nas características de carcaça e cortes, devida às diferentes fontes lipídicas (Duarte et al, 2010), milho pré-gelatinizado (Stringhini et al, 2009) e ODS, na dieta de frangos de corte (Vieira et al, 2002). Os resultados encontrados no presente trabalho, todavia, não estão de acordo com os trabalhos realizados por Macari & Maiorka (2000), Iji et al (2001) e Waldroup et al (2003), nos quais se verificaram efeitos positivos sobre o rendimento de carcaça, com a utilização de MOS em dietas para frangos de corte.…”
Section: Teores Calculados Dietas Pré-iniciaisunclassified
See 1 more Smart Citation