2017
DOI: 10.1590/1678-4162-9465
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Ceratoconjuntivite nodular em um caso de leishmaniose visceral canina: relato de caso

Abstract: RESUMO Relata-se um caso de leishmaniose visceral canina com ceratoconjuntivite nodular como queixa exclusiva do proprietário. O diagnóstico se deu pela observação de formas amastigotas de Leishmania sp. no exame parasitológico direto de citologia aspirativa conjuntival. Lesões oculares raramente são queixas principais únicas de cães com leishmaniose, como o caso em questão, o que demonstra a variabilidade de apresentação clínica da doença e a importância da realização de testes laboratoriais diagnósticos para… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1
1
1

Citation Types

0
1
0
4

Year Published

2020
2020
2023
2023

Publication Types

Select...
3

Relationship

0
3

Authors

Journals

citations
Cited by 3 publications
(5 citation statements)
references
References 11 publications
0
1
0
4
Order By: Relevance
“…O paciente do presente relato não apresentava nenhuma alteração ao exame clínico geral que indicasse a presença da doença (figura 1), apresentava apenas alteração ocular, caracterizada pela presença de nódulos na região conjuntival, que de acordo com Peña et al (2000), pode ser o único sinal clínico observado. Eguchi et al (2017) descreveram um caso em uma paciente da raça Labrador, que foi atendida apresentando como queixa principal presença de crescimento nodular na conjuntiva de ambos os olhos, como única queixa semelhante ao caso em questão. Ao exame oftálmico o paciente apresentou diminuição da produção lacrimal bilateralmente com valores de TLS de 8 e 9 mm/min nos olhos direito e esquerdo respectivamente, sendo diagnosticado com ceratoconjuntivite seca (CCS).…”
Section: Resultsunclassified
See 2 more Smart Citations
“…O paciente do presente relato não apresentava nenhuma alteração ao exame clínico geral que indicasse a presença da doença (figura 1), apresentava apenas alteração ocular, caracterizada pela presença de nódulos na região conjuntival, que de acordo com Peña et al (2000), pode ser o único sinal clínico observado. Eguchi et al (2017) descreveram um caso em uma paciente da raça Labrador, que foi atendida apresentando como queixa principal presença de crescimento nodular na conjuntiva de ambos os olhos, como única queixa semelhante ao caso em questão. Ao exame oftálmico o paciente apresentou diminuição da produção lacrimal bilateralmente com valores de TLS de 8 e 9 mm/min nos olhos direito e esquerdo respectivamente, sendo diagnosticado com ceratoconjuntivite seca (CCS).…”
Section: Resultsunclassified
“…Peña et al (2000) e Pilatti et al (2009) já haviam citado a identificação do organismo em espécimes citológicos de raspado conjuntival como uma forma de diagnóstico parasitológico da leishmaniose canina. Eguchi et al (2017) também identificaram formas amastigotas em conjuntiva de cão através de citologia aspirativa. A única diferença da metodologia aplicada no relato do presente caso clínico, com relação aos autores supracitados, foi a forma de coleta das células conjuntivais, utilizando-se a esfoliação através de escova interdental cônica que se mostrou eficaz para coleta de material conjuntival.…”
Section: Fonte: Autores (2023)unclassified
See 1 more Smart Citation
“…A leishmaniose visceral é uma zoonose, regiões tropical e sub tropical são endêmicas devido a presença do mosquito, o cão doméstico é o principal reservatório [6,8,15] e apresenta repercussões dermatológicas e oftálmicas frequentemente descritas [4,5,9]. Essas alterações aparecerem comumente de maneira simultânea com sinais sistêmicos, mas podem ocorrer de modo mais raro, como primeira ou única manifestação da doença [7,9,12,28,34]. No presente relato o cão com leishmaniose visceral apresentava tanto lesões dermatológicas como oftálmicas.…”
Section: Discussionunclassified
“…Clinically, they may present in the most advanced stages onychoglyphosis, lymphadenomegaly, apathy, weight loss, eye damage, alopecia, and dermatitis. Otherwise, many animals can be asymptomatic, with an infection rate that can reach 80% in some places (Eguchi et al 2017 ; Contreras et al 2019 ). Additionally, as they are the main urban reservoirs for leishmaniasis and being some risk of transmission for humans, dogs have become the main targets of disease control actions in Brazil (Shang et al 2011 ; Nunes et al 2016 ).…”
Section: Introductionmentioning
confidence: 99%