2009
DOI: 10.1590/s0102-79722009000100015
View full text |Buy / Rent full text
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: ResumoO acolhimento de crianças e adolescentes que vivenciam violação de direitos tem sido discutido no âmbito do desenvolvimento de políticas públicas e no meio acadêmico. Tais discussões visam elaborar diretrizes que garantam o direito à convivência familiar e comunitária e evidenciam um campo em reordenamento. Este artigo contextualiza o acolhimento familiar no cenário nacional, considerando-o como uma medida de proteção possível para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade. Discute-se também… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1
1
1
1

Citation Types

0
0
0
6

Year Published

2010
2010
2018
2018

Publication Types

Select...
5

Relationship

2
3

Authors

Journals

citations
Cited by 11 publications
(3 citation statements)
references
References 3 publications
(3 reference statements)
0
0
0
6
Order By: Relevance
“…Tal experiência de colocação de adolescentes difere daquela de outros programas nacionais, não sendo uma prática comum o encaminhamento dessa faixa etária para famílias acolhedoras. As equipes dos programas relatam a dificuldade de terem famílias que se disponibilizem a acolher adolescentes, faixa etária que é temida por muitos acolhedores (Costa & Rossetti-Ferreira, 2009a, 2009b.…”
Section: Resultsunclassified
“…Tal experiência de colocação de adolescentes difere daquela de outros programas nacionais, não sendo uma prática comum o encaminhamento dessa faixa etária para famílias acolhedoras. As equipes dos programas relatam a dificuldade de terem famílias que se disponibilizem a acolher adolescentes, faixa etária que é temida por muitos acolhedores (Costa & Rossetti-Ferreira, 2009a, 2009b.…”
Section: Resultsunclassified
“…O PNCFC, aprovado em 2006 (Brasil, 2006a), é mais um importante documento quando consideramos o trabalho com sujeitos acolhidos. Trata-se de um marco das políticas públicas para a infância no Brasil, de acordo com Costa e Rossetti- Ferreira (2009), posto que se propõe a romper com a cultura da institucionalização de crianças e adolescentes ao evidenciar o comprometimento com o reordenamento da política nacional de assistência com o foco na família, valorizando-a enquanto espaço ideal de convivência para a criança e o adolescente.…”
Section: Dos Vínculos Afetivos: Normativas Jurídicas E Legaisunclassified
“…A proposta de acolhimento visa a intervenção, por tempo indeterminado, na realidade em que a criança vivenciava e que lhe era prejudicial do ponto de vista físico e/ou psicológico. Contudo, ainda não existe uma proposta que inclua a assistência adequada à criança e família acolhedora após o rompimento do vínculo (Costa & Rosseti-Ferreira, 2009). …”
Section: O Vínculo Com a Criança Surge Naturalmenteunclassified