1998
DOI: 10.1590/s0011-52581998000200002
| View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: ¾ i.e., when it is employed beyond its original parameters the feminist criticism of mainstream welfare state analyses is strengthened.]]>

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1

Citation Types

0
0
0
2

Year Published

2002
2002
2002
2002

Publication Types

Select...
1

Relationship

1
0

Authors

Journals

citations
Cited by 1 publication
(2 citation statements)
references
References 5 publications
0
0
0
2
Order By: Relevance
“…Em 1971, entrou em vigor na Suécia uma lei que tornava compulsória a declaração individual da renda de cada um dos membros do casal. Essa legislação, associada ao sistema de seguridade para os pais e à provisão maciça de serviços públicos de creche (Faria, 1998a), tem sido amplamente reconhecida como um dos principais elementos indutores do ingresso e da permanência das mulheres suecas no mercado de trabalho. Contudo, ainda que o foco de nossa análise seja basicamente a influência das políticas na oferta de trabalho, é importante destacar também alguns aspectos relativos à demanda do mercado.…”
Section: A Tributação Individual E O Novo Paradigma Familiar Na Suéciaunclassified
See 1 more Smart Citation
“…Em 1971, entrou em vigor na Suécia uma lei que tornava compulsória a declaração individual da renda de cada um dos membros do casal. Essa legislação, associada ao sistema de seguridade para os pais e à provisão maciça de serviços públicos de creche (Faria, 1998a), tem sido amplamente reconhecida como um dos principais elementos indutores do ingresso e da permanência das mulheres suecas no mercado de trabalho. Contudo, ainda que o foco de nossa análise seja basicamente a influência das políticas na oferta de trabalho, é importante destacar também alguns aspectos relativos à demanda do mercado.…”
Section: A Tributação Individual E O Novo Paradigma Familiar Na Suéciaunclassified
“…A noção de limited government, tão caracteristicamente norte-americana não tem, em definitivo, a mesma penetração na Suécia. Na verdade, não tem sido rara a acusação de que, pelo menos em sua época de maior "ousadia", a "engenharia social" sueca, com seus esforços no sentido de "desmercantilizar" os assalariados e de garantir a qualidade de vida dos cidadãos, muitas vezes normatizando o comportamento individual, teria promovido uma excessiva dependência do indivíduo em relação ao Estado e/ou engendrado a "desprivatização" da família (Faria, 1997(Faria, , 1998a(Faria, e 1998b.…”
unclassified