volume 29, issue 102, P79-98 2008
DOI: 10.1590/s0101-73302008000100005
View full text
|
Sign up to set email alerts
|
Share

Abstract: Este trabalho propõe-se a refletir sobre o conteúdo e as implicações, para a oferta da educação básica, de duas das principais medidas que sustentaram a reforma da educação paulista implantada pelo primeiro governo de Mario Covas (1995-1998). São elas: a reorganização das escolas da rede estadual e a política de municipalização do ensino fundamental mediante a adoção de convênios.