2001
DOI: 10.1590/s0104-71832001000100002
| View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: Os rituais exercem um papel central na vida política contemporânea, mesmo que, freqüentemente, este papel não seja reconhecido. Demonstramos, através da análise da transformação, entre 1989-1991, do Partido Comunista Italiano (PCI) em um partido pós-comunista, o papel-chave do ritual na política moderna. Ao longo deste caminho, examinamos e ilustramos as maneiras pelas quais os rituais são empregados para propósitos políticos. Após a queda do muro de Berlim, líderes do PCI decidiram que a identidade comunista … Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...

Citation Types

0
0
0
4

Year Published

2008
2008
2022
2022

Publication Types

Select...
4
1

Relationship

0
5

Authors

Journals

citations
Cited by 5 publications
(4 citation statements)
references
References 2 publications
0
0
0
4
Order By: Relevance
“…O veto ao paraninfo visava intimidar os alunos e houve mudança no rol dos homenageados. É um exemplo da disputa política em torno de rituais (KERTZER, 2001). Com o passar do tempo, até o final de 1968, a solenidade de formatura se consolidou como um ritual de resistência ao regime militar.…”
unclassified
“…O veto ao paraninfo visava intimidar os alunos e houve mudança no rol dos homenageados. É um exemplo da disputa política em torno de rituais (KERTZER, 2001). Com o passar do tempo, até o final de 1968, a solenidade de formatura se consolidou como um ritual de resistência ao regime militar.…”
unclassified
“…Como aponta José Murilo de Carvalho (1999), no artigo "História intelectual: a retórica como chave de leitura", a desqualificação do adversário era um recurso regular dentro desse campo A persuasão é especialmente importante porque a política não se faz apenas com palavras, escritas ou faladas. Ao lado da dimensão do "dizer", há também a do "fazer", dos rituais que afirmam solidariedades, que estabelecem publicamente a distinção entre quem está "dentro" e quem está "fora" de um grupo ou partido (KERTZER, 2001 Nota-se, claramente, nesse discurso de Rui, a distinção de duas dimensões. Uma, a dimensão pública, dos debates nos jornais e na tribuna.…”
unclassified
“…O fato de as festas congregarem os "irmãos brasileiros e palestinos" revela questões da relação política entre estrangeiros e "locais". Como sugere Kertzer (2001), os ritos são fundamentais para o processo de associações de indivíduos com entidades simbólicas como partidos, ou neste caso, "nações". Também desempenham uma função organizacional importante ao diferenciar o "grupo-de-fora" do "grupo-de-dentro".…”
unclassified
“…Como sugere Kertzer (2001), os ritos são fundamentais para o processo de associação de indivíduos com entidades simbólicas, como partidos ou, nesse caso, como "nações". Assim, realizam uma função organizacional importante ao diferenciar o grupo-defora do grupo-de-dentro.…”
unclassified