2013
DOI: 10.1590/s0104-83332013000200014 View full text |Buy / Rent full text
|
|

Abstract: Fundamentado nos estudos feministas e de gênero, este artigo analisa os modos através dos quais skatistas constroem seus lugares de sujeitos no universo de tal esporte. Foram analisados documentos de diferentes naturezas, os quais possibilitaram identificar que o skate é atravessado por relações de poder, promovendo oportunidades e sociabilidades distintas para homens e mulheres. Em função dessa diferenciação, as mulheres construíram espaços, práticas e discursos tornando visível não só a sua presença, mas, so… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance
Select...
0
0
0

Publication Types

Select...

Relationship

0
0

Authors

Journals