2014
DOI: 10.20396/muspop.v3i1.12957
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Por uma história da indústria fonográfica no Brasil 1900-2010

Abstract: O objetivo do presente artigo é apresentar um relato condensado da história da indústria fonográfica no Brasil, desde os primeiros anos do século XX até os dias atuais (1900-2010). Baseando-se numa pesquisa bibliográfica, que compreendeu livros publicados, teses de doutorado e as atuais pesquisas dos autores, este trabalho pretende oferecer uma visão geral da dinâmica da indústria de registros sonoros, articulando aspectos tecnológicos, econômicos e socioculturais que influenciaram o desenvolvimento dessa indú… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1
1
1

Citation Types

0
1
0
8

Year Published

2019
2019
2023
2023

Publication Types

Select...
4
3

Relationship

1
6

Authors

Journals

citations
Cited by 15 publications
(9 citation statements)
references
References 6 publications
(2 reference statements)
0
1
0
8
Order By: Relevance
“…(LEVY, 2016 Aliás, vale ressaltar nesse momento: a bibliografia sobre a Vanguarda Paulista (canção) e o surgimento da produção musical independente já conta com 13 Antonio Adolfo, Luli e Lucinha e Boca Livre são nomes que ficaram marcados por custearem a produção de gravação, prensagem e lançamento dos seus discos, conseguindo certa visibilidade da imprensa e do público. Sobre a potencialização da produção musical independente na virada da década de 1970de , ver Dias (2000 e Vicente (2014).…”
Section: Vpi E a Produção Musical Independente: O Lira Paulistana E A Vanguarda Paulistaunclassified
“…(LEVY, 2016 Aliás, vale ressaltar nesse momento: a bibliografia sobre a Vanguarda Paulista (canção) e o surgimento da produção musical independente já conta com 13 Antonio Adolfo, Luli e Lucinha e Boca Livre são nomes que ficaram marcados por custearem a produção de gravação, prensagem e lançamento dos seus discos, conseguindo certa visibilidade da imprensa e do público. Sobre a potencialização da produção musical independente na virada da década de 1970de , ver Dias (2000 e Vicente (2014).…”
Section: Vpi E a Produção Musical Independente: O Lira Paulistana E A Vanguarda Paulistaunclassified
“…Mesmo que o setor fonográfico esteja em ampla expansão desde meados dos anos 1960 e durante todo os anos 1970 (VICENTE, 2014;DIAS, 2000) os caminhos mercadológicos para a música instrumental e para o jazz brasileiro ficaram cada vez mais reduzidos. Dessa forma, as condições fonográficas impostas ao contexto posterior à explosão do sambajazz (expostas também pela única obra de Tenório Jr) realizam um tipo de censura indireta às condições de possibilidade de gravação, lançamento e distribuição do material vinculado ao jazz e a música instrumental no mercado musical brasileiro.…”
Section: Os Rastros De Tenório Nos (Des)embalos Da Memória Musical Brasileiraunclassified
“…Philips opened an office in Brazil in 1958 upon acquiring Companhia Brasileira de Discos (CBD). 17 1962 saw the arrival of another important factor in the Brazilian recording industry: the record company Elenco, created by Aloysio de Oliveira, who had been a musical producer at Philips and Odeon. (Prior to his career in production, he had an international career with Carmen Miranda's Bando da Lua and worked with Disney.)…”
Section: Mpb and The Politicization Of Popular Musicmentioning
confidence: 99%