2008
DOI: 10.1590/s0104-026x2008000300011 View full text |Buy / Rent full text
|
|

Abstract: O ensaio que se segue buscará discutir a política de identidade que está sendo proposta no Brasil com o fim de combater o racismo. Pretende refletir sobre o significado da racialização das políticas públicas e também dos nossos costumes. A questão central discutida é o objetivo dessas políticas. A partir de mitos de origem tanto do racismo quanto do combate ao racismo, procura-se descrever a história recente da introdução dessas políticas com base na "raça" e seus objetivos.

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance
Select...
1
1
0
0
0
2

Year Published

2009
2009
2012
2012

Publication Types

Select...
2

Relationship

0
2

Authors

Journals

0
0
0
2
Order By: Relevance
“…Já os estudos sobre PPs e raça estão relacionados à história das desigualdades raciais e ao seu reflexo no setor político e em suas ações, sendo desenvolvidos por meio de discussões das PPs de combate ao racismo. Um estudo defende a visão positiva das políticas afirmativas de cotas (SANTOS et al, 2008), e o outro, uma visão negativa (MAGGIE, 2008).…”
Section: Resultsunclassified
“…Segundo a lei, a disciplina deverá incluir "o estudo da História da África e dos Africanos, a luta dos negros no Brasil, a cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional, resgatando a contribuição do povo negro nas áreas social, econômica e política pertinentes à História do Brasil" (Artigo 26-A, § 1º) (Maggie 2008;Trajano-Filho 2007). Não é por menos, portanto, que em algumas publicações de cunho educativo, tanto formais quanto informais, Luzia tenha recebido certo destaque, surgindo como um símbolo da suposta "ancestralidade africana" do Brasil a ser absorvido pelas novas gerações de brasileiros em seu processo de formação educacional.…”
Section: Ossos Raça História E Naçãounclassified