2015
DOI: 10.1590/s0103-49792015000300002
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

MOVIMENTOS NACIONAIS DE TRABALHADORES E CONEXÕES TRANSNACIONAIS: a evolução da arquitetura das forças sociais do trabalho no neoliberalismo

Abstract: A era neoliberal minou os direitos dos trabalhadores e o poder das forças sociais do trabalho a nível nacional, mas foi caracterizada, também, como uma era do novo “transnacionalismo do movimento dos trabalhadores”. Mudanças conjunturais a nível nacional foram fundamentais para aumentar a abertura às alianças transnacionais. Uma análise das campanhas evidencia isso. Avaliar as conexões entre movimentos nacionais de trabalhadores e a nova infraestrutura organizacional que emergiu no neoliberalismo é um ponto de… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1

Citation Types

0
0
0
1

Year Published

2021
2021
2022
2022

Publication Types

Select...
2

Relationship

0
2

Authors

Journals

citations
Cited by 2 publications
(1 citation statement)
references
References 14 publications
0
0
0
1
Order By: Relevance
“…São mais recentes os estudos a respeito da construção de redes transnacionais por atores rurais (Borras, Edelman e Kay, 2008;Borras Jr. e Edelman, 2016;Desmarais, 2007) e de sua capacidade de proposição e impacto nos debates em organismos internacionais (Edelman, 2012;McKeon, 2015). O internacionalismo sindical, por sua vez, é tema menos proeminente, apesar das recentes transformações e inovações de sua prática transnacional (Evans, 2015).…”
Section: Transnacionalizações: Definiçõesunclassified
“…São mais recentes os estudos a respeito da construção de redes transnacionais por atores rurais (Borras, Edelman e Kay, 2008;Borras Jr. e Edelman, 2016;Desmarais, 2007) e de sua capacidade de proposição e impacto nos debates em organismos internacionais (Edelman, 2012;McKeon, 2015). O internacionalismo sindical, por sua vez, é tema menos proeminente, apesar das recentes transformações e inovações de sua prática transnacional (Evans, 2015).…”
Section: Transnacionalizações: Definiçõesunclassified